PRÊMIO NOBEL

PRÊMIO NOBEL 2009


PRÊMIO NOBEL DE MEDICINA - 2009
Elizabeth H. Blackburn (nascida em 1948 em Hobart, Tasmania, Australia), University of California, San Francisco, CA, USA.
Carol W. Greider (nascido em 1961), USA, Johns Hopkins University School of Medicine Baltimore, MD.
Jack W. Szostak (nascido em 1952, em Londres, UK), Harvard Medical School; Massachusetts General Hospital Boston, MA; Howard Hughes Medical Institute, USA.

"Pela descoberta dos mecanismos de proteção dos cromossomos por meio dos telômeros"



PRÊMIO NOBEL DE FÍSICA - 2009
Charles K. Kao (nascido em 1933, em Shanghai, China), Standard Telecommunication Laboratories Harlow, United Kingdom; Chinese University of Hong Kong Hong Kong, China
Willard S. Boyle (nascido em 1924 em Amherst, NS, Canada), Bell Laboratories Murray Hill, NJ, USA
George E. Smith (nascido em 1930), Bell Laboratories Murray Hill, NJ, USA

"Pelas pesquisas sobre transmissão da luz através de fibras para fins de comunicação óptica"



PRÊMIO NOBEL DE QUÍMICA - 2009
Venkatraman Ramakrishnan, (nascido em 1952, em Chidambaram, Tamil Nadu, India), United Kingdom USA Israel MRC Laboratory of Molecular Biology Cambridge, United Kingdom
Thomas A. Steitz (nascido em 1940) Yale University New Haven, CT, USA; Howard Hughes Medical Institute
Ada E. Yonath, (nascido em 1939) Weizmann Institute of Science Rehovot, Israel

"Pelas pesquisas sobre a estrutura e função do ribossomo."



PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA - 2009
Herta Müller, (nascida em 1953, em Nitzkydorf, Banat, Romania, naturalizada Alemã)

"com a concentração de sua poesia e a franqueza de sua prosa, retrata a paisagem dos despossuídos"



PRÊMIO NOBEL DA PAZ - 2009
Barack Obama (nascido nos USA, é o 44º Presidente dos Estados Unidos da America)

"Pelos seus extraordinários esforços para ampliar a diplomacia internacional e cooperação entre os povos"



PRÊMIO NOBEL DE ECONOMIA - 2009
Elinor Ostrom (nascida nos USA, em 1933 - Indiana University
Bloomington)
Oliver E. Williamson (nascido nos USA, em 1932 - University of California
Berkeley, CA)

"Pelas suas pesquisas em governança corporativa"

Fonte: http://nobelprize.org/


Comentários

#1PAULO CESAR BASTOS, ENGENHEIRO CIVIL, Feira de Santana / Salvador-Ba

sexta-feira, 09 de outubro de 2009 - 11h16min

O Brasil está no G20 é um dos mais fortes emergentes do BRIC(Brasil-Rússia-India e China),possui uma das maiores populações e área do mundo.
Com tudo isso, nunca conseguimos um Prêmio Nobel e o nosso desempenho olímpico é sempre inferior ao dos países que mais receberam o Nobel.
Existem razões?
É claro que existem.
Precisamos um programa de desenvolvimento científico e tecnológico mais forte e adequado à sociedade contemporânea, integrando a pesquisa com o desenvolvimento, levando as noções empreendedoras, inovadoras e vencedoras para as instituições de pesquisa e de educação superior.Pesquisar para utilizar.Mais ação e menos locução.Interação com as empresas e as demandas da sociedade.
Quanto às medalhas,é notória a necessidade de colocar o esporte como fator motivador da juventude, incentivando a prática nos bairros,nos clubes,nas escolas e nas universidades, com acompanhamento e monitoramento de treinadores, médicos e paramédicos.Esporte é cultura, mas hoje,também, é ciência.
Enfim, para ser vencedor de Prêmio Nobel e de medalhas olimpícas precisamos ingressar de fato e direito na sociedade e economia do conhecimento.Valorizar os sábios e não os sabidos.
Não podemos, no entanto, continuar com a visão de esperar tudo da máquina do Estado.Precisamos fazer a nossa parte.Participar e inovar é preciso.O tempo não pára.A nossa hora é agora.
Vale a máxima ,sempre aplicada à engenharia e à construção:
Não se constrói nada sozinho.

PAULO CESAR BASTOS.

#2Ênio Padilha, Engenheiro, Balneário Camboriú

sexta-feira, 09 de outubro de 2009 - 16h37min

O presidente Barak Obama ganhou um presente de grego. sou capaz de apostar que se ele tivesse sido consultado teria optado por um \"deixa pro ano que vem\".

Como ele mesmo disse em seu discurso, esse prêmio é um \"chamado à ação\", o que significa que ele admite que ainda não fez nada, mas que agora tem a obrigação moral de fazer (o que não é nada fácil para um presidente dos EUA).

Na minha fraca opinião, quem deveria ganhar o Premio Nobel da Paz é Fundação Nobel, que escolheu Obama, pois amarrou o presidente num toco e ele agora terá de comer apenas o capim que está em volta desse toco.

Os caras não são fracos!

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.158.245.70 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 1109