PRÊMIO NOBEL

MILTON FRIEDMAN, VENCEDOR DO PRÊMIO NOBEL DE ECONOMIA, MORRE AOS 94 ANOS (G1)

Milton Friedman, o economista norte-americano defensor do livre mercado e ganhador do Prêmio Nobel de 1976, morreu aos 94 anos, informou nesta quinta-feira (16) um membro da família. Ele recebeu o prêmio por sua contribuição nos campos de análise de consumo, história e teoria monetária. Os estudos de Friedman mostram a complexidade de políticas de estabilização da economia e põem em primeiro plano o controle da inflação como instrumento de crescimento.
O economista faz parte de um grupo de estudiosos liberais, representado especialmente pela Escola de Chicago, que ganhou força com o declínio do modelo fordista de produção dos EUA (que previa tanto produção quanto consumo em massa, para o maior número de pessoas possível, como forma de manter crescimento econômico ininterrupto). A maior contribuição de Friedman para a economia moderna, que pode ser notada em políticas públicas de vários países até hoje, foi o papel da circulação de dinheiro no controle da inflação.

Clique AQUI e saiba mais

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.158.245.70 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 747