VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

VALOR E RESPONSABILIDADE DO ENGENHEIRO E DO ARQUITETO

(Publicado em 11/12/2006)



Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos, no exercício de suas profissões precisam estar atentos para não perder de vista suas imensas responsabilidades. Em última análise, somos responsáveis não apenas pelas obras que fazemos mas também pelas obras que não fazemos (e permitimos, por omissão, que sejam feitas por quem não sabe fazer direito)

Deus nos deu alguns talentos e habilidades. A sociedade nos deu a oportunidade de desenvolvê-los.

Todo Engenheiro, Arquiteto ou Agrônomo tem um compromisso com o mundo.É à sociedade, em última análise, que devemos essa retribuição.
Lembremos sempre das palavras que dissemos no primeiro minuto de nossas carreiras de engenheiro, de arquiteto ou de agrônomo, no nosso juramento:
"Prometo que, no cumprimento do meu dever de Engenheiro, não me deixarei cegar pelo brilho excessivo da tecnologia, de forma a não me esquecer de que trabalho para o bem do Homem e não da máquina. Respeitarei a natureza, evitando projetar ou construir equipamentos que destruam o equilíbrio ecológico ou poluam, além de colocar todo o meu conhecimento científico a serviço do conforto e desenvolvimento da humanidade. Assim sendo, estarei em paz Comigo e com Deus."

A visão universal deve ser a referência para o nosso exercício efetivo da profissão.

Os limites norteadores das nossas ações (e omissões) devem ser o nosso próprio bem, o bem da nossa profissão e o bem da sociedade.

As três condições devem ser atendidas (simultaneamente). É isso que faz do nosso exercício profissional uma contribuição verdadeira para que a profissão seja sustentável e a cidade seja também sustentável.

Por conta disso (para fazer valer nosso juramento) muitas vezes precisamos tomar atitudes que põe em risco o nosso pescoço.

Nós temos para com a sociedade uma dívida que deve ser paga com uma atividade honrada e digna. Com um trabalho que permita passar para os nossos filhos o orgulho da nossa existência.

O Profissional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia precisa ter a consciência de sua verdadeira importância.

Ouvimos freqüentemente a “ladainha” de que somos responsáveis por 70, 80 ou 90% do PIB...

Isso não nos dá a exata dimensão da nossa importância, pois resume apenas à questão econômica.

O valor de uma profissão não pode ser medido apenas pela quantidade de dinheiro que ela consegue movimentar.

Somos importantes porque temos o PODER de mudar o mundo e não porque podemos ajudar pessoas a ficarem mais ricas.

A esse poder está associada uma grande RESPONSABILIDADE: poder é uma coisa que se presta para o bem ou para o mal. Tudo depende do uso que fazemos dele.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br





Nosso site é atualizado todos os dias à meia noite.
Veja AQUI os conteúdos publicados hoje.




---Artigo2006

Comentários

#1Maristela Macedo Poleza, arquiteta, Rio do Sul

terça-feira, 12 de dezembro de 2006 - 14h33min

Parabens pra vc também amigo Enio pelo nosso dia.
Como tudo na vida ...somos responsáveis pelo que fazemos e também pelo que deixamos de fazer.

Na minha formatura em 1983 na UFSC, tive a "responsabilidade" e a alegria de fazer o juramento pela turma. Internalizei tais palavras que recordo aqui no seu texto com saudades.
Um abraço!

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.80.140.5 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 1068