ADMINISTRAÇÃO - GERAL

O PROTOCOLO 89



(Publicado em 09/05/2019)



O protocolo 89 não é uma consultoria convencional.
• O consultor não apresenta relatórios;
• O consultor não faz o trabalho que precisa ser feito no escritório;
• O empresário/contratante recebe tarefas e precisa cumprí-las sob pena de ser reprovado;
• O empresário/contratante precisa (no período de 26 semanas) ler e discutir nada menos do que 21 livros (selecionados pelo consultor);
• O Consultor não trabalha PARA a empresa contratante;
• O Consultor não é um fornecedor À SERVIÇO da empresa. Não recebe ordens nem se submete a nenhuma condição imposta pelo contratante;
• O compromisso contratual do Consultor é conduzir o processo, oferecer caminhos e propor soluções, de tal maneira que os objetivos sejam totalmente alcançados (se o contratante fizer a lição de casa);
• Se o contratante não cumprir, RELIGIOSAMENTE, a sua parte no trabalho, o contrato será unilateralmente encerrado, sem devolução dos valores que por ventura já tenham sido pagos;

Quem contrataria um serviço desses?





O Protocolo 89 se assemelha mais a um curso intensivo de 26 semanas (aproximadamente 6 meses) no qual o aluno (o cliente):
• Faz um diagnóstico completo da sua empresa;
• Faz uma revisão do Contrato Social;
• Faz uma revisão do organograma e na definião de cargos, funções, tarefas e responsabilidades;
• Desenvolve um Plano de Negócios detalhado;
• Instala, configura e alimenta um completo SIGE (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) no escritório, com o qual integra cadastros, negociações, propostas comerciais, sistematização de processos produtivos, recursos humanos e controle financeiro;
• Analisa e desenvolve suas estratégias empresariais (estratégias de produção, estratégias de parcerias, de marketing, financeira, etc)
• Aprende a desenvolver o marketing do seu escritório
• Aprende a negociar e vender os seus serviços
• Aprende técnicas de construção de marcas (pessoal e empresarial)

Enfim, aprende, aprende, aprende... e se desenvolve como gestor do seu negócio. O Protocolo 89 é uma aula particular com duração de 26 semanas e resultados garantidos


COMO NASCEU O PROTOCOLO 89?
O principal problema relatado por profissionais que buscam ajuda para organizar e administrar seus escritórios está no fato de que a maioria dos Consultores e Agências disponíveis no mercado simplesmente não conhecem a realidade dos escritórios de Arquitetura e de Engenharia.

O mercado de Engenharia e Arquitetura enfrenta todas as dificuldades típicas da prestação de serviços:
• Intangibilidade dos produtos;
• Inseparabilidade entre fornecedores e clientes;
• Variabilidade no processo produtivo;
• Inarmazenabilidade da produção;
• Improtegibilidade das tecnologias produzidas;
• Precificação Subjetiva;

Além disso, ainda enfrenta dificuldades que são específicas da Arquitetura e da Engenharia:
• Produto de Consumo Restrito (muito pouca gente compra, poucas vezes na vida);
• Produto com alto componente intelectual agregado;
• Produto Intermediário (não é produto final, portanto, não desperta interesse imediato do cliente);
• Produto com vantagens e benefícios não evidentes para o cliente.

Entender isso e construir soluções que enfrentem e resolvam esses problemas não é nada fácil. E isto é (modéstia à parte) exatamente o que nós fazemos.

Depois de muitos anos trabalhando no desenvolvimento dessa solução, finalmente encontrei um formato que pode, efetivamente, ajudar os colegas engenheiros e arquitetos.

O Protocolo 89 é o nome do serviço de consultoria oferecido por mim e pela minha empresa (a OitoNoveTrês Educação) para pequenos escritórios de Engenharia ou de Arquitetura.

Trata-se de um processo de autointervenção orientada desenvolvido especificamente para escritórios de Arquitetura ou de Engenharia com até 15 pessoas (entre sócios e empregados e terceirizados regulares).

Consiste num conjunto de passos assumidos pelo proprietário ou pelos sócios do escritório durante 26 semanas (aproximadamente 6 meses) com o objetivo de fazer um reconhecimento (análise e diagnóstico) da empresa e do ambiente no qual ela atua, bem como estabelecer novos padrões de funcionamento, gestão, e administraçao estratégica, orientados pelas teorias da administração e, particularmente, pela Visão da Empresa Baseada em Recursos (Teoria dos Recursos ou RBV).

Baseado no meu mais recente livro "ADMINISTRAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA" e sustentado pelas mais recentes perspectivas teóricas da Administração, este trabalho é desenvolvido em três frentes:
(1) A análise e recomposição das estratégias de administração da empresa
(2) A sistematização dos processos de gestão, através da implementação de um ERP (Enterprise Resource Planning, no Brasil também conhecido como SIGE: Sistemas Integrados de Gestão Empresarial) desenvolvido especialmente para pequenos escritórios de Arquitetura e de Engenharia (até 10 empregados).
(3) Uma carga de conhecimento consistente sobre gestão empresarial, garantida pela leitura e discussão de 21 livros selecionados pelo consultor.

A consultoria/assessoria tem, portanto, um tempo determinado (de 26 semanas) e, ao final desse período, espera-se que o o titular do escritório obtenha conhecimento e autonomia para que o escritório possa alcançar uma nova posição no mercado e buscar novos desafios, de forma independente e sustentável.






Faça agora o Download do documento com a
PROPOSTA DETALHADA DE CONSULTORIA/ASSESSORIA DE ADMINISTRAÇÃO PARA ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA
(incluíndo as informações comerciais e condições de contratação)

Faça contato: professor@eniopadilha.com.br





DIVULGAÇÃO



PADILHA, Ênio. 2019

Comentários

#1Eduardo Rondon, arquiteto, São Paulo

sexta-feira, 13 de maio de 2016 - 16h13min

Sempre tive muito problema em precificar meu trabalho de projetos de arquitetura. Estou com duas oportunidades que quero contratar um terceirizado para cuidar desta parte de orçamento e contratos.

#2RAQUEL FÜLEP, Arquiteta e Urbanista, São Caetano - SP

terça-feira, 24 de abril de 2018 - 00h00min

Com toda a correria do dia a dia, eu não poderia de deixar de agradecer quem fez a maior transformação em meu negócio, ensinou a ter o olhar correto sobre a empresa e está propiciando o crescimento genuíno do escritório através da implantação do Protocolo 89. Abraços, Raquel e equipe FÜLEP design + arquitetura

#3FABIANO LIMA DE OLIVEIRA, ARQUITETO E URBANISTA, São Caetano do Sul

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019 - 15h15min

Foi uma Grande Felicidade encontrar com o Prof. Enio Padilha em 2017 na AEASCS - Associação do Engenheiros e Arquitetos de São Caetano do Sul, no curso Administração de Escritórios de Engenharia e Arquitetura, foi lá que tomei conhecimento e implantamos o PROTOCOLO 89 no nosso escritório e sem dúvida nenhuma foi divisor de águas na minha vida, no meu dia-a-dia profissional e pessoal

Nos vemos no ENEAE 2019!!! Até lá!!! Abraços - C.ASA

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 34.226.208.185 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 2573