COPA DO MUNDO

SOBRE O USO POLÍTICO DAS TRAGÉDIAS

(Publicado em 05/07/2014)



Fato 1: um viaduto em fase final de construção caiu em Belo Horizonte;

Fato 2: era uma obra da Copa do Mundo

Fato 3: contratada pelo RDC (o Regime Diferenciado de Contratação), a obra estava atrasada e (muito provavelmente, por causa disso) não estava cercada de todos os cuidados que a técnica e a segurança exige.

Fato 4: no dia seguinte os jornais publicaram manchetes, afirmando, basicamente, o seguinte: "Obra inacabada da Copa do Mundo cai e duas pessoas morrem em Belo Horizonte"

Fato 5: imediatamente a "tropa de choque" do governo entrou em cena, falando em "Canalhice da Mídia Golpista" e do "uso político da trajédia" e uma tentativa de "acabar com a imagem da Copa do Mundo". E mais, chamando atenção para o fato de que o prefeito de BH é do PSB e que o governador de Minas Gerais é do PSDB;



MINHA OPINIÃO:
Não importa se o prefeito, o governador ou o presidente é desse ou daquele partido (e isto não está dito nem insinuado nas capas dos jornais mostrados).

Mas o pessoal que defende o governo quer o que? Que a mídia não diga o que está sendo dito nas manchetes dos jornais mostrados na ilustração? Que a mídia seja desonesta? Que tenhamos um Brasil cheio de "Cartas Capitais"?

Onde estão as mentiras nas capas dos jornais mostrados?

O governo quer virar todos os fatos à seu favor. Deveria haver limites.

IMPORTANTE: Nesses sete anos, Vi muitas matérias, artigos e reportagens à favor da Copa do Mundo publicadas na Folha, no Estadão, Na Globo, na GloboNews, na Veja...

Não sei de onde tiraram essa de que essa mídia SÓ falou contra a copa? Queriam que nunca fosse publicado NADA contra a Copa do Mundo? Acreditam mesmo que os estádios teriam ficado prontos se não tivesse havido pressão da imprensa e da Fifa? Acreditam que a segurança nos estádios teria esse nível de cuidado se não tivesse havido os alertas da imprensa?

Eu, por exemplo (que certamente já estou sendo considerado um coxinha reacionário). Olha quantas vezes eu escrevi no meu site defendendo a Copa do Mundo.

E eu escrevi, em 2010, que os estádios iriam ficar prontos e a Copa em si (os jogos e a festa) seria ótima. Nesse caso, como eu sou parte dos coxinhas manipulados pela mídia golpista, o meu apoio de sete anos à Copa do mundo não é considerado?

Muito conveniente, né?

OUTRA COISA: acho mesmo que o governo e seus defensores deveriam estar envergonhados. A organização da Copa falhou, sim. E muito!

Obras atrasaram. Obras foram superfaturadas. Obras ficaram inacabadas.
Os estádios ficaram prontos aos 49 do segundo tempo. Os aeroportos (e nem todos) ficaram prontos aos 49 do segundo tempo. Alguns, como em Fortaleza, estão funcionando com vergonhosos puxadinhos (eu vi pessoalmente. Não li na tal "mídia reacionária"); A maioria das obras de mobilidade urbana não ficaram prontas. Muitas delas nem foram iniciadas...

O sucesso da copa se deve, fundamentalmente aos fatores sobre os quais o governo não tem nenhum poder ou responsabilidade: a qualidade dos jogos, a segurança nos estádios, a hospitalidade dos brasileiros e os interesses econômicos das empresas de comunicação que compraram os direitos de cobertura do evento no mundo inteiro.

O governo está pegando uma carona vergonhosa nisso. E tentando fazer de conta de que fez a sua parte. Não fez! Não fez!

Este terrível acidente de Belo Horizonte é consequência direta disso: o RDC criado por conta dos atrasos na organização resulta em obras com pouca (ou nenhuma) fiscalização. Isso é criminoso! Além de ser um terreno fértil para a corrupção.

Eu já disse, diversas vezes: se a Copa do Mundo fosse realizada no Governo do Fernando Henrique o resultado teria sido igual. Porque os problemas que nós tivemos não são problemas do PT ou do PSDB. São problemas do Brasil. Infelizmente, nós, os brasileiros não temos o senso do planejamento e da responsabilidade.

Não deveríamos estar politizando estas questões. Deveríamos, isto sim, fazer uma mea culpa nacional.

A Copa do Mundo é um Sucesso? Imagina se a gente soubesse fazer as coisas direito.

Se esta corrente de OBA-OBA de que essa é a "COPA DAS COPAS" vencer essa parada, nós continuaremos a chegar apenas no resultado mínimo. Continuaremos a ser o país que nunca explora completamente o seu potencial, Porque se contenta com o "mais ou menos".

Nós podemos mais. Poderíamos ter feito uma Copa do Mundo excepcional. Mas estamos felizes com uma Copa do Mundo ótima.

E ainda queremos tirar partido político disso. Coisa triste!



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br



---Artigo2014 ---CopadoMundo ---Política

Comentários

#1PAULO CESAR BASTOS, Engenheiro Civil

segunda-feira, 07 de julho de 2014 - 09h36min

Na chamada sociedade do conhecimento, em tempo de globalização e competitividade, é inadmissível a construção sem adequada fiscalização e controle de qualidade, seja uma simples calçada, ponte, viaduto, estrada ou uma imensa torre sofisticada. Mas, apesar dessa (tecno)lógica obras desqualificadas proliferam. Assim , as forças do atraso \"prosperam\" e catalizam o elevado e famigerado Custo Brasil.
Sem eficiente gestão e competente engenharia, não tem desenvolvimento e melhoria. A sociedade brasileira tem uma insuficiente percepção e valorização dos profissionais das áreas tecnológicas. Precisamos valorizar e bem utilizar a tecnologia coerente e a engenharia competente como fatores determinantes para a melhoria e segurança da qualidade de vida do cidadão. Eventuais acidentes e tragédias são inevitáveis, mas é possível minimizá-las para limites de segurança aceitáveis. Para isso, o controle de qualidade e a qualidade de controle são fundamentais. Brasil precisa avançar no bom rumo e no certo prumo.

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 23.22.240.119 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 1304