TURISTA ACIDENTAL

TERESINA-PI

O Turista Acidental (Ênio Padilha) esteve em Teresina-PI, para a aula ADMINISTRAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E DE ILUMINAÇÃO no curso de Pós-Graduação Master em Projetos de Iluminação com organização e promoção do ESB Instituto de Ensino Superior Brasileiro.





TERESINA


Teresina é a capital e o município mais populoso do estado brasileiro do Piauí, com 850.198 habitantes, é a 21ª maior cidade do Brasil, sendo a 17ª maior capital de estado no Brasil. Também conhecida por Cidade Verde em virtude de ter ruas e avenidas entremeadas de árvores, é a terceira capital com melhor qualidade de vida do Norte-Nordeste e a terceira capital mais segura do Brasil.






O EVENTO E OS PARTICIPANTES


Promotor: ESB
Aula: Administração de Escritórios de Arquitetura e de Iluminação
Curso: Master em Projetos de Iluminação
Local e data: ÊPA! Espaço Eventos - 02, 03 e 04/02





Veja as fotos do Turista Acidental:






NOS AEROPORTOS BRASILEIROS existe uma coisa que eu não sei se é comum em outros países: é essa coisa de ficar chamando pelo nome de passageiros atrasados. Que coisa chata! “Atenção, passageiro da Cia Tal, senhor Fulano de Tal. Última chamada. Portão 7. Seu voo está sendo encerrado”. É uma poluição sonora desnecessária. Passageiro não deveria ter babá no aeroporto.

Na verdade, considero que (com os modernos displays existentes hoje em dia) todo o serviço de sonorização deveria ser abolido dos aeroportos. Bastaria informar, nos painéis, tudo o que os passageiros precisam saber.

Tanta tecnologia disponível e a gente ainda usando “serviço de altofalantes” como no século passado…






Pra ter certeza de que você está mesmo em Teresina você precisa beber uma cajuína.

Trata-se de uma bebida típica do Piauí (embora possa ser encontrada em outros estados do nordeste brasileiro). É considerada Patrimônio Cultural do estado e símbolo cultural da cidade de Teresina.
A bebida, como o nome indica, é feita a partir do suco de caju. Apresenta uma cor amarelo-âmbar resultante da caramelização dos açúcares naturais.
Existem inúmeras marcas disponíveis no mercado mas ela também pode ser preparada de maneira artesanal.

A bebida foi inventada em 1900 pelo farmacêutico Rodolfo Teófilo, que pretendia, combater o alcoolismo. Ele a via como um substituto inofensivo da cachaça. (Mas eu acho que vicia igualmente)





O título desta seção é uma referência ao livro "O Turista Acidental" da escritora norteamericana Anne Tyler.


Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.225.17.239 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 377