ENGENHARIA

FUNGOS PARA REPARAR FISSURAS

(Publicado em 08/02/2018)



Investigadores da Universidade de Binghamton, em Nova Iorque, EUA, desenvolveram um novo tipo de betão que integra um tipo particular de fungo, que confere aos elementos estruturais capacidades de autorreparação. O novo material permite que quando surgem fissuras em estruturas de betão armado, estas sejam corrigidas sem qualquer tipo de intervenção humana.


Sem tratamento adequado, as fissuras em estruturas de betão tendem a evoluir rapidamente, potencialmente colocando em causa a integridade do edifício, ponte ou barragem afetada. É, portanto, necessário que, através de processos de monitorização da saúde estrutural as fissuras, mesmo as de menor dimensão, sejam detetadas e corrigidas de forma célere.



Para obter mais informações visite engenhariacivil

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.166.212.152 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 52