COPA DO MUNDO

COPA DO MUNDO FIFA 2018




14/05/2018 - 9h00


CONTAGEM REGRESSIVA
Daqui a pouco, Tite revela os 23 convocados para a Copa do Mundo.
Se você não gosta de futebol nem curte Copa do Mundo. Melhor não acompanhar o nosso site nos próximos 60 dias. Aqui a gente leva o futebol muito à sério. Aguarde nossos artigos, mostrando que Engenharia e Arquitetura tem muita coisa a ver com esse esporte de multidões






14/05/2018 - 14h00


CONVOCAÇÃO - O TIME DO TITE
Eis os convocados: Alisson, Ederson, Cássio, Danilo, Fagner, Marcelo, Filipe Luís, Miranda, Marquinhos, Thiago Silva, Geromel, Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Fred, Philippe Coutinho, Willian, Neymar, Douglas Costa, Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Taison.

Boa sorte!






15/05/2018 - 08h00


E SE O BRASIL PERDER A COPA?
Se perder, perdeu! Não acontece nada, a não ser para umas poucas pessoas diretamente envolvidas, ou para quem tenha apostado algum dinheiro no resultado da competição.
O mundo não acaba. O resultado das eleições não é afetado. A economia brasileira não será prejudicada. Fique tranquilo quanto a isso.

E, o mais importante: a Copa do Mundo não vai perder importância por causa disso. Não vai deixar de ser um dos produtos esportivos mais valiosos do planeta. Nem vai deixar de ser uma máquina de fazer dinheiro.

A Copa do Mundo é um evento sensacional, divertido, cultural e não importa se a seleção brasileira vai vencer ou não. Se o nosso time ganhar, ótimo! A cerveja vai descer mais gostosa. Só isso.







16/05/2018 - 11h00


VAMOS FALAR DE DINHEIRO?
A seleção brasileira perdeu a Copa de 2014 com aquele inesquecível 7 x 1 contra a seleção da Alemanha. Um estudo da Pluri Consultoria, divulgado pelo portal G1 mostra que aquele grupo de jogadores valia algo em torno de R$ 1.400.000,00 (um bilhão e quatrocentos milhões de reais).

Uma catástrofe do tamanho daquele 7x1 certamente deveria contribuir para reduzir (ou, no mínimo, estagnar) o valor de mercado do conjunto dos jogadores brasileiros, você concorda?

Pois bem. O mesmo estudo da Pluri Consultoria, mostra que os 23 jogadores brasileiros convocados para a Copa do mundo deste ano valem R$ 4.092.700,00 (quatro bilhões e pouco). 4 BILHÕES!

Isso não é especulação. São números reais, resultantes de levantamentos feitos a partir de negociações realizadas e contratos existentes.

Se fosse uma empresa, a Seleção Brasileira de Futebol seria uma das 25 maiores do país, à frente de gigantes como a Embratel, os Correios, a GVT, a JBS e até mesmo a Eletrobrás. Que tal?

Grande parte dessa valorização se deve, certamente, ao brilhante trabalho realizado pelo técnico Tite nesses últimos dois anos. Ou você discorda?

Tite ganha cerca de um milhão de reais por mês como treinador da seleção. Você acha justo? Qual é o salário justo para um executivo desse nível e com esses resultados?







17/05/2018 - 09h00


A COPA DO MUNDO E AS ELEIÇÕES NO BRASIL
"Pensar é o trabalho mais pesado que há, e talvez seja essa a razão para tão poucos se dedicarem a isso." (HENRY FORD - 1863-1947)

Infelizmente, os intelectuais de orelha de livro já estão armando suas teorias tolas que não têm sustentação em evidência nenhuma. Dizem que se a Seleção Brasileira ganhar a Copa do Mundo isto beneficiaria (nas eleições de outubro) o candidato com o apoio do governo.

O nome disso é preguiça!

Minha sugestão: consulte o Google. Você vai "descobrir" que...

• 1998 (França) Brasil perdeu. O governo venceu a eleição (Fernando Henrique - reeleição);
• 2002 (Coréia do Sul e Japão) Brasil campeão. A oposição venceu a eleição (Lula);
• 2006 (Alemanha) Brasil perdeu. O governo venceu a eleição (Lula - reeleição);
• 2010 (África do Sul) Brasil perdeu. O governo venceu a eleição (Dilma)
• 2014 (Brasil) Brasil perdeu (7x1, lembram?). O governo venceu a eleição (Dilma)

Cinco copas seguidas contrariando a teoria. Mas, quem liga? O bom das teorias da conspiração é que elas não exigem que você demonstre nada nem analise dados, nem leia um livro. O achismo não dá trabalho. E, dependendo do seu interlocutor, você ainda fica com cara de inteligente







27/05/2018 - 18h00


A SELEÇÃO BRASILEIRA JÁ ESTÁ À CAMINHO DA RÚSSIA
Mas ainda fará duas escalas antes da estreia em Rostov, no dia 17 de junho: o time brasileiro enfrenta a Croácia, em Liverpool, no domingo, dia 3 de junho; depois, joga com a Áustria, em Viena, no dia 10, no último teste antes da estreia na Copa.
Boa Sorte!



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br







04/06/2018 - 08h00


OS ESTÁDIOS DA COPA 2018
Veja AQUI imagens e informações sobre os 12 estádios que sediarão os jogos da Copa do Mundo Fifa 2018.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br







09/06/2018 - 08h00


FOTO OFICIAL DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2018
Na fileira de cima estão, da esquerda para a direita, Marquinhos, Fiilipe Luís, Danilo, Marcelo, Ederson, Alisson, Cássio, Renato Augusto, Casemiro, Paulinho, Fernandinho e Geromel.

Na fileira do meio, os membros da comissão técnica. Da esquerda para a direita: Ricardo Rosa (preparador físico), Fábio Mahseredjian (preparador físico), Rodrigo Lasmar (médico), Cláudio Taffarel (preparador de goleiros), Edu Gaspar (coordenador de seleções), Tite (treinador), Cléber Xavier (auxiliar técnico), Sylvinho (auxiliar técnico), Fernando Lázaro (analista de desempenho) e Matheus Bachi (auxiliar técnico e tecnológico).

Sentados: Roberto Firmino, Taison, Philippe Coutinho, Thiago Silva, Gabriel Jesus, Miranda, Neymar, Fagner, Fred, Willian e Douglas Costa.

A fotografia foi feita no CT do Tottenham, na Inglaterra, onde a equipe fez a segunda das três fases de preparação para o Mundial.






NINGUÉM VAI SAIR DA COPA DO MUNDO DE MÃOS ABANANDO
O pior time entre os 32 que começam a disputar nesta quinta-feira a 21ª edição da Copa do Mundo não vai sair da Rússia de mãos vazias. Todas as equipes recebe da Fifa um prêmio de 9 milhões de dólares (34,4 milhões de reais).

À medida que avançam de fase as equipes vão acumulando valores à essa premiação. Os dois times que chegarem à já terão garantidos 28 milhões de dólares (107 milhões de reais).

A final será, como era de se esperar o jogo mais valioso. Quem vencer a competição somará mais 10 milhões de dólares à bolada já acumulada. Prêmio total: 38 milhões de dólares ( 145 milhões de reais).

Eu preparei uma imagem para ilustrar o que foi dito acima. Dá uma olhada:







QUALIDADE INTERNACIONAL
Alguns países do mundo não têm absolutamente nada do que seu povo possa se orgulhar. Nenhum produto com qualidade internacional. A Alemanha tem os seus automóveis, a Suíça tem os seus relógios, o Japão tem seus eletrônicos, Portugal, seus vinhos, a França, sua cozinha… enfim. E, nós, no Brasil, temos nossa música e o nosso futebol.

O futebol brasileiro é um produto de qualidade internacional, como a nossa música (e o nosso volei e a nossa indústria aeronáutica e o nosso agronegócio). Nosso futebol é respeitado (reverenciado) no mundo inteiro. Qualquer brasileiro que já tenha viajado para outros países sabe que o futebol é uma das principais referências positivas do nosso país. Muita gente sabe que é melhor tratado depois que se identifica como brasileiro e ouve, de lá, um “Pelé!”, “Kaká!”, “Ronaldo!” do interlocutor entusiasmado.

O futebol no Brasil faz milagres com as limitações impostas pela nossa economia. Somos o único país a ter participado em TODAS as edições da Copa do Mundo (se você acha que isso é pouca coisa, pergunte para a Itália ou para a Holanda).

E o Brasil não apenas participa. É sempre um dos favoritos e, praticamente garantido entre os oito melhores. O Brasil exporta jogadores para o mundo inteiro. Nossos craques são responsáveis pelo desenvolvimento do futebol em países como Japão, China, Estados Unidos, Turquia, Arábia Saudita…

Qual é o sentido em menosprezar isso? Qual é a lógica em torcer contra o sucesso dos brasileiros no futebol mundial?

O Brasil poderia ser muito melhor em outras coisas? Poderia. Poderia, por exemplo, ser bom em ciências e ganhar um Prêmio Nobel de vez em quando. Poderia ser melhor em tecnologia e ser uma grande potência industrial.
Mas não é. Precisamos melhorar nisso.

Mas isto não justifica tratar mal o que temos de bom. Jogadores de futebol são trabalhadores, como muitos outros. Atuam numa indústria altamente competitiva e que movimenta muitos recursos, gerando milhares de empregos.

O futebol brasileiro é, com certeza uma das coisas que o Brasil tem de melhor. Eu, de minha parte, continuo dando o maior apoio.







NÃO TÁ FÁCIL PRA NINGUÉM
ESPANHA 3 x 3 PORTUGAL
ARGENTINA 1 x 1 ISLÂNDIA
ALEMANHA 0 x 1 MÉXICO
BRASIL 1 x 1 SUÍÇA
. . .
Definitivamente, não tá fácil pra ninguém!

Na Copa do Mundo um empate quase nunca é um empate. Na sexta-feira o 3 x 3 foi uma vitória para Portugal. Ontem o 1 x 1 foi uma vitória para a Islândia. E hoje, esse 1 x 1 foi uma vitória para a Suiça.

Já no jogo da Alemanha... foi uma vitória do México mesmo!



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br

Comentários

#1Jean Tosetto, Arquiteto, Paulínia

quarta-feira, 16 de maio de 2018 - 11h15min

Copa do Mundo sem a Itália não é Copa do Mundo, mas no máximo uma Churrasqueira do Mundo.

Comentário do Ênio Padilha

Exagerado! (mas faz parte, já que se trata de um taliani)

Lembrando que as eliminatórias fazem parte da competição. Aquilo que nós chamamos de "Copa do Mundo" é, na verdade a "fase final da Copa do Mundo Fifa". Portanto, a Itália participou desse Copa do Mundo. Apenas não conseguiu (apesar das inúmeras oportunidades) se classificar.

Os uruguaios também já devem ter dito (lá nos idos dos anos 1970) que uma Copa do Mundo sem o Uruguai não seria uma Copa do Mundo.

------------------
NO ENTANTO... considerando essas coisas de tradição e currículo, eu acho, sim, que as seleções com históricos como Brasil, Itália, Alemanha, Argentina, Uruguai e os campeões de copas dos últimos 20 anos deveriam ser "cabeça de chave" nas eliminatórias (e assim terem mais chances de se classificar). Porque nós sabemos que um time como a Itália ou a Argentina, mesmo numa fase ruim, farão uma boa figura na fase final da Copa do Mundo.

#2Jean Tosetto, Arquiteto, Paulínia

sexta-feira, 18 de maio de 2018 - 08h28min

Sim, eu exagerei no primeiro comentário, mas não tanto quanto o pessoal da CBF, entidade que foi presidida nos últimos 30 anos por gente enrolada na Justiça até o pescoço, fora os antecessores que por caducidade escaparam do radar.

Infelizmente não consigo nutrir entusiasmo pela seleção brasileira, pois ao contrário do técnico Tite, não consigo separar as coisas. Então o discurso dele, de raça, vontade, respeito e ética, por mais belo que seja, me soa hipócrita.

Penso que o Brasil não ganha essa Copa, mas se ganhar, será um desserviço para a nossa juventude. Um entidade corrupta, patrocinada por entes corruptos, não pode representar um país em questões esportivas. Nada contra os jogadores que pagam seus impostos em dia: não vou torcer contra, mas não vou perder o sono por causa disso.

A própria Itália está pagando pelos erros cometidos no passado, com campeonatos marcados por entrega de resultados e jogos manipulados por apostadores. O time campeão de 82 estava atolado em suspeitas internamente, por exemplo. Cedo ou tarde a corrupção na organização do futebol contamina as seleções dentro de campo.

Que o Brasil não precise ficar fora de uma Copa para aprender isso, mas o vexame dos 7 a 1 para a Alemanha já foi um belo sinal.

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.158.30.219 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 736