COPA DO MUNDO

TEORIAS DE CONSPIRAÇÃO

(Publicado em 24/06/2014)



Fico preocupado quando vejo pessoas inteligentes (como os engenheiros e arquitetos, por exemplo) dando atenção a teorias de conspiração como as que procuram chifre em cabeça de cavalo nos resultados das Copas do Mundo.





Pra esse povo recomendo a leitura do livro O ANDAR DO BÊBADO, do Leonard Mlodinov, que trata da aleatoriedade sob a ótica da matemática (estatística e probabilidade). AQUI tem uma resenha muito bacana escrita pela Lígia Fascioni.

Então, matematicamente falando: em 19 Copas do Mundo o Brasil venceu 5. Ou seja, pouco mais de 25%. Significa que, à cada 20 anos espera-se que o Brasil vença uma Copa.

Mas alguns brasileiros (otimistas demais) acreditam que o Brasil só perde uma Copa do Mundo se houver alguma conspiração internacional por trás.
É muita arrogância, né não?

Outros (pessimistas demais) acham que o Brasil só pode ganhar uma Copa do Mundo (jogando em casa e com o apoio da torcida) se tiver uma maracutaia com a Fifa.

Nenhuma das duas coisas faz sentido.

Eu acompanho o Brasil em Copas do Mundo desde 1970 e, nesses 40 anos, a única vez que a seleção perdeu a copa com um time que merecia ganhar foi em 1982. Todas as outras vezes (em que o Brasil perdeu a Copa) a seleção era apenas um bom time, que poderia vencer ou não. Qualquer resultado seria razoável.

Na Copa do Mundo o Brasil é apenas um competidor. Um dos mais fortes, é verdade. Quase sempre um dos favoritos. Mas apenas um competidor. Ganhar ou perder faz parte do pacote.

Entretanto, o fator mando de campo pode pesar a nosso favor desta vez: de todos os países que já foram Campeões do Mundo (Uruguai, Italia, Alemanha, Brasil, Inglaterra, Argentina, França e Espanha) só a Espanha (em 1982) e o Brasil (em 1950) não venceram pelo menos uma vez em casa.

Se o Brasil perder, será a única seleção (campeã do mundo) a perder o título em casa duas vezes. Difícil, né?

E, no caso da Espanha (a teoria da conspiração corrente entre os espanhóis é de que havia uma armação da Fifa para o Brasil vencer a Copa) a coisa beira o ridículo: a Espanha venceu apenas UMA Copa do Mundo das 19 que foram disputadas até aqui. E venceu aos trancos e barrancos, ganhando as partidas (TODAS) por 1 x 0.
Tomou um "sapeca iáiá" na final da Copa das Confederações do ano passado...
... e os caras achavam mesmo que estavam com essa bola toda? Que só perderiam esta Copa se "algo muito estranho" acontecesse?
Ah, me economize!



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br



---Padilha, Ênio. 2014





(Publicado em 26/06/2014)



Você que acha que a Fifa manipula resultados para beneficiar A ou B? Pense um pouco. Raciocina comigo: o que é que move a Fifa? É o amor pelo Futebol? Claro que não. É o dinheiro.

A Fifa é uma instituição dinheirista. E, pelo que se vê, rola corrupção também. Corrupção da grossa. Mas uma coisa não se pode negar: eles são inteligentes e têm estratégia muito bem definida. A estratégia da Fifa é "ampliar o mercado do futebol para muito além daqueles já dominados" que são Europa e América do Sul. É só olhar o que eles fizeram nos últimos 40 anos. A estratégia está muito clara.

Então, se a Fifa pudesse manipular os resultados da Copa do Mundo, quem você acha que seria beneficiado? Inglaterra? Espanha? Brasil? Costa Rica? Chile? Claro que não. O que é que a Fifa ganharia com isso? "Dar" a Copa do mundo a uma dessas equipes não representaria nenhum aumento do mercado de Futebol em nenhum desses países.

Agora, imagina se o futebol chegasse com força na China? Na India? nos Estados Unidos?

Neste ano, por exemplo, os jogos dos EUA na Copa alcançaram a espetacular audiência de 25 milhões de telespectadores (mais do que os 15 milhões da final da NBA, mas ainda distante dos 111 milhões do Superbowl - a final do campeonado de futebol americano). Então, para a Fifa o melhor que poderia acontecer seria que a Copa 2014 fosse vencida pelos EUA. Ou vocês acham que quadruplicar a audiência num pais com o potencial econômico como os EUA não é um bom negócio?



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br





(Publicado em 28/06/2014)



O Brasil tem de ir pro Procom. Venderam a copa pra gente mas esqueceram de avisar o México, o Chile, o juiz de hoje e o juiz do primeiro jogo (que cravou um cartão amarelo no nosso melhor jogador)

Os teóricos da Conspiração (aqueles que afirmam, com a certeza dos sábios, que esta Copa está comprada) devem ter passado um susto com este jogo entre Brasil e Chile.

O juiz deixou de dar um pênalti para o Brasil, anulou um gol do Brasil e a coisa acabou numa dramática disputa de pênaltis.

Acho que alguns deles devem estar revendo suas posições. Porque, de uma coisa temos certeza: eles tiveram de torcer desesperadamente pelo Brasil hoje (para que a teoria deles não fosse por água abaixo). E, vamos combinar, não tá fácil torcer por este time.

O que eu tenho dito sempre: na Copa do Mundo o Brasil é apenas um competidor. Um dos mais fortes, é verdade. Quase sempre um dos favoritos. Mas apenas um competidor. Ganhar ou perder faz parte do pacote.

Entretanto, nesta Copa, no Brasil, o fator mando de campo pode pesar a nosso favor: de todos os países que já foram Campeões do Mundo (Uruguai, Italia, Alemanha, Brasil, Inglaterra, Argentina, França e Espanha) só a Espanha (em 1982) e o Brasil (em 1950) não venceram pelo menos uma vez em casa.

Se o Brasil perder, será a única seleção (campeã do mundo) a perder o título em casa duas vezes. Difícil, né?



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br






(Publicado em 09/07/2014)



Um legado positivo que teremos desta Copa do Mundo 2014 é o enterro definitivo das Teorias de Conspiração envolvendo a Copa do Mundo.

É difícil imaginar que Alemanha x Argentina seja a final dos sonhos da Fifa ou do Governo do país sede. E, no entanto, é o que temos para domingo, dia 13/07/2014.

Depois dos 7 x 1 da semifinal contra a Alemanha fica mais fácil entender os 3x0 contra a França em 1998; fica mais fácil entender a eliminação para a Holanda em 2010; e o título conquistado em 2002 não parece nenhuma armação oculta.

É tudo normal. Tudo do jogo.

A Copa do Mundo é um evento tão sensacional, que qualquer que seja o resultado ela não perde o fascínio. A Fifa não precisa produzir nenhum resultado para melhorar interesse das pessoas pela competição



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br




---Padilha, Ênio. 2014

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.166.207.223 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 179