ENGENHARIA

SOEA 2018 - MACEIÓ



27/08/2018 - 07h00





IMAGENS DE UMA SOEA NOTA DEZ



Clique AQUI (ou na imagem acima) e veja as imagens capturadas durante a participação no Maior evento da Engenharia do Brasil, entre 21 e 24 de agosto



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br











17/07/2018 - 12h00



QUE MACEIÓ-2018 REPITA MACEIÓ-2006





A última vez que a SOEA foi realizada em Maceió, em 2006, ainda era SOEAA, com a participação dos arquitetos. E foi um evento grandioso. E eu publiquei no meu site o que eu chamei de um ELOGIO INEVITÁVEL. Clique no link e entenda o porquê.






03/05/2018 - 12h00



SOEA 2018 - INSCRIÇÕES ABERTAS



Durante a sessão plenária nº 1458, realizada na sexta-feira (27), foram aprovados os valores das inscrições, que podem ser realizadas a partir de ontem (02/05), para a Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (Soea).



Para obter mais informações visite confea







05/03/2018 - 12h00



SOEA 2018 - EIXOS TEMÁTICOS



Com o tema central “Engenharia e Ética na Reconstrução do Brasil”, foram propostos pela ConSoea cinco eixos temáticos que nortearão as palestras da Semana Oficial: 1) Engenharia no Desenvolvimento do País; 2) Educação; 3) Sustentabilidade Socioambiental; 4) Sociedade; 5) Discussão do Sistema Confea/Crea e Mútua. A proposta será encaminhada para apreciação do plenário do Confea.

Com a missão de garantir a participação do maior número de profissionais da história do evento, o presidente do Crea-AL, eng. civ. Fernando Dacal, destacou que ainda na 74ª Soea, em Belém do Pará, foi feita uma pesquisa com os participantes, com o objetivo de recolher sugestões de discussões para o evento de 2018. “Buscamos ouvir o profissional. Essa interação facilitou muito a construção da programação do evento. Pegamos temas sugeridos por outros Creas e também pela pesquisa. Aqui em Alagoas nossa intenção é receber todos muito bem e discutir temas sérios que norteiam o desenvolvimento do nosso Brasil”.



Para obter mais informações visite confea.org



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br








26/07/2018 - 18h00



A ENGENHARIA E A ÉTICA NA RECONSTRUÇÃO DO BRASIL
(Engenheiro Eletricista Edison Flavio Macedo)




Um excelente artigo produzido pelo brilhante engenheiro Edison Flávio Macedo (patrimônio cultural da Engenharia do Brasil) como contribuição às discussões previstas para a SOEA 2018 que será realizada em Maceió, entre 21 e 24 de agosto de 2018.



Clique sobre a imagem acima para ter acesso ao arquivo.







13/08/2018 - 17h00





PROGRAMAÇÃO DA SOEA 2018



A programação da SOEA já está publicada no site do Crea-AL

Os destaques de cada dia são:

Terça-feira, dia 21/08/2018
• Abertura
• Homenagem ao Mérito
• Abertura da ExpoSOEA

Quarta-feira, dia 22/08/2018
• ENGENHARIA E ÉTICA NA RECONSTRUÇÃO DO BRASIL
   (palestra com Clóvis de Barros Filho)

• ENGENHARIA DE CLIENTES – COMO VENDER SEU SERVIÇO E PRODUTO
   NO MERCADO DE ENGENHARIA
   (mini-curso - o professor ainda não está identificado na programação)

Quinta-feira, dia 23/08/2018
• A QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
   (palestra com Gil Giardelli)

• OS DESAFIOS PARA OS NOVOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DE CURSOS
   DE ENGENHARIA DIANTE DO NOVO PERFIL DE JOVENS ESTUDANTES
   (palestra com Luis Edmundo Prado de Campos)

Sexta-feira, dia 24/08/2018
• SABATINA PRESIDENCIAL
   (todos os candidatos foram convidados.
   Ainda não está informado sobre quem já confirmou a participação)







23/08/2018 - 06h30



POR QUE PARTICIPAR DA SOEA



Tenho 38 anos de Engenharia. E uma das melhores coisas que a Engenharia me deu foi uma quantidade enorme de excelentes amigos. Todos os anos tenho a felicidade de encontrar muitos deles em dois eventos do Sistema Confea/Crea. O primeiro é o ENCONTRO DE LIDERANÇAS que geralmente ocorre em fevereiro, em Brasília. O segundo é a SOEA - SEMANA OFICIAL DA ENGENHARIA E DA AGRONOMIA, que acontece todos os anos em uma cidade diferente, geralmente no mês de agosto.





A primeira vez que participei de uma SOEA foi em 1996, quando ela foi realizada em Blumenau, Santa Catarina. Depois disso participei algumas vezes como palestrante (em 2000, 2001, 2002, 2009 e 2015) mas estive presente em quase todas as edições. Muitas vezes fui como convidado do Crea-SC ou do Confea. Mas, se não recebo o convite, vou por minha própria conta mesmo. A satisfação de rever os amigos vale o investimento.

Mas não é só por isso que eu acho que vale a pena participar da SOEA e recomendo sempre aos amigos engenheiros, especialmente aos mais jovens.

O mundo da Engenharia e da Agronomia é formado por muitos campos e camadas. É um universo muito complexo onde existem profissionais, empresas, universidades, sindicatos, entidades de classe, conselhos profissionais e ainda as caixas de assistência e as cooperativas de crédito. Em cada um desses grupos existem interesses, desejos, anseios os mais distintos. Existem, sim algumas pessoas mal intencionadas e até mesmo desonestas em todos esses grupos.

Mas, desculpem se eu pareço ingênuo. No geral, as pessoas empenhadas nas diretorias das entidades de classe, nos sindicatos, nas universidades, nos Creas e no Confea são, sim, bem intencionadas. Se fosse um antro de bandidos eu não me sentiria confortável entre eles.

O primeiro texto da série de artigos que eu publiquei entre 2002 e 2004 (POR QUE ODIAMOS TANTO O CREA) explica um pouco os motivos da rejeição que existe e mostra que isso é, muitas vezes, um sentimento injusto. Mas não é disso que queremos falar aqui. Quero apresentar outros bons motivos (além de reencontrar os amigos) para participar, todos os anos, da SOEA.

• Ficar atualizado sobre os temas efervescentes da Engenharia. Na SOEA você consegue conversar sobre um determinado assunto, com muitas pessoas, dos mais diferentes pontos de vista. Vai ouvir argumentos contra e a favor disso ou daquilo. E vai ter muito mais base e argumentos para tomar posição sobre o tema;

• Saber quem é quem e quem faz o que no universo da Engenharia. Especialmente para os mais jovens, isso é muito importante. Cada grupo tem suas próprias verdades e seus próprios dogmas. Na SOEA você entra em contato com todos eles. Conseguirá saber o que está acontecendo em cada instância e quais são os principais projetos que estão em andamento ou gestação;

• Ver o que está sendo produzido nas universidades do país. No CONTECC - Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia (que faz parte da programação da SOEA) são discutidos os cenários regionais e nacional, e são apresentados exemplos de inovações em empresas, institutos de pesquisa e instituições de Ensino de todo o país. Visitar os painéis, as exposições e os seminários do CONTECC renova o seu alvará de funcionamento no mundo da ciência e tecnologia.

• Assistir palestras com grandes nomes da Engenharia Nacional ou de outras áreas de grande interesse. Na programação da SOEA muitas vezes estão palestras de grande valor para a cultura geral e cultura tecnológica tão importantes para a formação de um engenheiro.

• Enfim.... se você não veio pra Maceió em 2018, comece a se programar desde já para 2019. Reserve uma semana para fazer amigos e se atualizar sobre ciência e tecnologia no Brasil. Participe da SOEA 2019 (pelo que eu soube, será em Palmas, Tocantins).



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br






21/08/2018 - 22h00





DISCURSO DO PRESIDENTE DO CONFEA - JOEL KRUGER



“Prezados profissionais, boa noite, sejam todos muito bem vindos a Maceió e a nossa 75ª SOEA.

Inicialmente, gostaria de saudar os presidentes do Confea em gestões anteriores que aqui nos honram com sua presença, e saudando o engenheiro eletricista Henrique Luduvice, reverencio os 15 presidentes que me antecederam.

Saudar o nosso anfitrião, presidente do Crea Alagoas, engenheiro civil Fernando Dacal, que há mais de um ano vem trabalhando arduamente para realizar esse evento que tem hoje sua noite de abertura. Parabéns por todo o trabalho presidente Dacal.

Saudar os 27 presidentes de Creas e em nome do coordenador de Colégio de Presidentes e Presidente do Crea Goiás, engenheiro agrônomo Francisco Alves dos Santos, parabenizar todos pelo trabalho que realizam na linha de frente do nosso Sistema Profissional.

Quero cumprimentar os Diretores da Caixa de Assistência, a nossa Mútua. Saudando o presidente reeleito, engenheiro civil Paulo Guimarães, cumprimento os atuais diretores e os novos diretores que serão empossados em Sessão Plenária que será realizada na próxima sexta-feira, aqui mesmo na Soea .

Saudar os conselheiros federais e regionais aqui presentes e saudando o vice-presidente do Confea, Edson Delgado e o chanceler do Mérito e conselheiro federal por Alagoas, Zerisson de Oliviera, abraço a todos.

Cumprimentar as entidades de classe, nacionais e regionais, saudando o presidente do CDEN e ex-presidente do Confea, Wilson Lang.

Cumprimentar as entidades precursoras do nosso Sistema Profissional, fazendo uma saudação ao presidente do Instituto de Engenharia do Paraná, engenheiro civil José Carlos de Lacerda, que foi meu professor na Universidade Federal do Paraná.

Cumprimentar os inspetores do nosso Sistema, profissionais fundamentais na linha de frente da fiscalização do exercício profissional.

Saudar a Escola Politécnica do Rio de Janeiro e o Instituto Militar de Engenharia, duas das mais antigas escolas de engenharia do Brasil, cumprimentando assim os representantes das Instituições de Ensino que aqui estão presentes.

Saudar também a comissão organizadora do Contecc e agradecer a presença dos estudantes e dos membros do Crea-JR, nossos futuros profissionais e engradecer a Marisa Neves, coordenadora do CREA- JR Nacional


Saudar também as equipes de funcionários dos Creas em especial as do Confea e do Crea Alagoas que tanto se dedicaram para que esta Soea se tornasse realidade.

E agradecer ao governador, prefeito, deputados federais e estaduais que muito nos honram com sua presença nesta noite especial para todos nós, profissionais das áreas tecnológicas do Brasil.

Nesta noite compartilhamos e festejamos mais que a alegria de estarmos juntos. Mais que brindar o início de mais uma Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia, festejamos a oportunidade de compartilhar as venturas e desventuras de sermos o Sistema Confea/Crea, de sermos Brasil, de sermos América do Sul.


Nesses últimos 8 meses, desde que assumi a presidência do Confea, tenho me dedicado junto com os nossos conselheiros federias e demais lideranças a resgatar a importância do nosso Sistema Profissional junto a classe política nacional.

Realizamos ações junto a presidência da República, Ministérios, órgãos Públicos, governos estaduais e municipais e com outros conselhos profissionais com o objetivo de mostrar que a nossa engenharia, nossa agronomia, nossas geociências são alavancas propulsoras do desenvolvimento nacional e precisam ser respeitadas e ouvidas.

Nessas reuniões, defendemos firmemente a soberania, o nosso capital tecnológico e o das grandes empresas nacionais. Por isso, em abril, o Plenário do Confea se posicionou de forma unânime contra a privatização do Sistema Eletrobrás.

A Eletrobras é agente protagonista do setor elétrico, é a maior geradora e transmissora de energia elétrica do Brasil e da América Latina. Além disso, é responsável por 52% de todo o volume hídrico dos reservatórios brasileiros, 47% das linhas de transmissão de energia e 70% da capacidade de transformação do país.

Dessa forma, mostramos aos nossos profissionais e a todo o país, que o Confea não ficará omisso assistindo passivamente a desmontes de grandes patrimônios nacionais e se posicionará da mesma forma, sempre que a soberania nacional for atacada.

Realizamos ainda diversas ações parlamentares defendendo nossas profissões. Atuamos junto a deputados federais e ministros ressaltando que outros conselhos profissionais não podem retirar nossas atribuições que são garantidas por lei. Não queremos brigar com a Arquitetura, com a Biologia, com a Medicina Veterinária, com a Química, mas não podemos aceitar resoluções infundadas, contrárias ao espírito da Constituição, que deixa bem claro que “é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”.

Nesse sentido, já obtivemos importantes vitórias, como por exemplo, a retirada de um projeto de lei que autorizaria profissionais da Biologia a exercer a responsabilidade técnica pela produção, beneficiamento, reembalagem ou análise de sementes.

Apesar da defesa intransigente de nossas profissões, não deixamos de dialogar com outros conselhos profissionais, mesmo com aqueles que nos embatemos. Na última semana, realizamos em conjunto com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo um evento que chamou a atenção para que a assistência técnica gratuita para o projeto, reforma ou construção de habitações de interesse social, já prevista em legislação de 2008, “seja mais do que uma lei, seja uma Política de Estado, como parte do direito social à moradia previsto na Constituição.

Para nossas entidades de classe, aprovamos com o apoio de nossos conselheiros federais e ouvindo sugestões de lideranças de entidades a nossa política de apoio as entidades nacionais e regionais.

Em julho, lançamos dois editais para a consecução de atividades ou de projetos de interesse público ou recíproco, com a possibilidade de participação de entidades nacionais e regionais. Os projetos recebidos entrarão em fase de análise e a previsão é que os termos de fomento sejam assinados até dezembro.

Neste mês, aprovamos algo inédito em nosso Sistema, a Política de Patrocínios. Uma oportunidade única para que o Confea apoie inciativas que promovam o debate do desenvolvimento nacional Uma aproximação única que não deve ser desperdiçada para todos aqueles que querem promover o desenvolvimento nas área de Engenharia, Agromomia ou Geociências.

Para os Creas, agilizamos a liberação de recursos do Prodesu, com destaque para os programas de desenvolvimento e aprimoramento da fiscalização além de reformas e ampliações de Sede. Somente nestes 8 primeiros meses já foram liberados mais de 6,5 milhões de reais.

Enfim, temos enormes desafios e vamos continuar agindo com transparência e humildade para enfrentá-los.

Falando especificamente sobre a nossa 75ª Soea, quero parabenizar a comissão organizadora pela escolha do tema central. Afinal, para voltar a crescer é preciso reconstruir. E essa reconstrução só será feita com Ética. E claro, com a valorização das engenharias, da agronomia, das geociências, as locomotivas dessa reconstrução.

Com o tema Engenharia e Ética na Reconstrução do Brasil, quero destacar que pensamos essa programação com muito cuidado para que esta Soea seja um verdadeiro marco.

Ao longo dos próximos dias teremos diversos minicursos, seminários, mesas-redondas, apresentações do Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia e reuniões de entidades. Discutiremos temas como equidade de gênero, submarino nuclear brasileiro, Tecnologia Bim, assistência técnica e crédito rural e acessibilidade.

A Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia acontece pela segunda vez em Maceió e como da vez anterior, em ano de eleições. Anos decisivos e oportunidades para elegermos quem melhore os índices de crescimento do país e deste estado de Alagoas que em 2017 cresceu 3% graças ao agronegócio e ao setor de serviços.

Se voltamos depois de 12 anos é porque, não só fomos bem acolhidos , mas porque nas asas de Maceió alçamos vôos de imaginação, de observação, de aprendizado de invenções e muito trabalho para encarar os desafios que representam a realidade sermos o Sistema Confea/Crea, de sermos Brasil e de sermos América do Sul.

Estão aqui lideranças importantes, profissionais, professores, cientistas, pesquisadores, estudantes representantes de mais de um milhão de profissionais, verdadeiras autoridades, gente disposta a contribuir para melhorar as normas que orientam as atividades de engenheiros, agrônomos, meteorologistas, geólogos e geógrafos.

Uma verdadeira equipe, formada espontaneamente pelos cerca de 3 mil inscritos, está aqui para a melhoria da fiscalização exercida sobre o cumprimento das diretrizes que dão segurança à sociedade, garantem que à frente de obras e empreendimentos esteja um profissional formado na base sólida do conhecimento.

Nesta noite, vamos brindar e saudar a Humildade e Modéstia que em 2018 identificam os homenageados com as honrarias do Sistema Confea/Crea e Mútua.

Entre os indicados para receber a Medalha do Mérito e os representantes dos que já viraram estrela, como dizem as crianças para se consolar, todos sem exceção, disseram não merecer e que outros deviam ter feito mais. Alguns até mesmo precisaram ser convencidos de que seu trabalho pelo país - razão primeira das homenagens - também havia sido e é reconhecido. Então, agradeceram e aceitaram.

De certa forma, até chegarmos ao presente de hoje, seguimos as trilhas deixadas por eles.

Se passado e presente estão assim representados, o futuro está ao nosso lado com a participação de 673 jovens inscritos no Contecc de 2018, edição recordista de inscrições. Eles são capazes já de materializar e projetar o futuro.

Dos 775 trabalhos recebidos, 577 foram aprovados e durante esta Semana podem nos dar uma visão do muito que a área tecnológica, a engenharia, a agronomia e as geociências brasileiras podem dar para a reconstrução do Brasil, como o proposto no tema central que esta Semana. Eles representam a renovação do país e do Sistema Confea/Crea e Múta.

O grande desafio de lidar com o passado o presente e o futuro é conseguir entrelaçar os fios do tempo. Temos tempo, não todo o do mundo, como diz o povo, mas temos tempo e pressa, o que nos exige a calma e atenção para elaborarmos um projeto executivo completo. Da ideia ao custo final, para termos um Brasil mais íntegro, seguro e próspero.

É disso que trata a Semana Oficial da Engenharia e Agronomia de 2018, Reconstruir um Brasil que sabemos signo e promissor.

Para encerrar, agradeço principalmente a vocês, profissionais que aqui se encontram e são a razão de ser do Confea e desta SOEA.

Muito obrigado!

JOEL KRUGER, Eng. civil, presidente do Confea






Clique AQUI ou sobre a imagem acima para ter acesso à programação completa.





22/08/2018 - 06h60





PONTUALIDADE E EMOÇÃO NA ABERTURA DA SOEA 2018



A cerimônia de abertura é sempre um momento importante e não pode ser perdido. Nesta edição da #SOEA2018 de Maceió não foi diferente. Mas teve dois destaques que merecem ser mencionados:
O Primeiro foi a pontualidade no início da cerimônia. Quando deu 18h30 os trabalhos efetivamente começaram.
E para quem acha que isso é uma coisa de importância menor e que no Brasil é normal um “atraso regulamentar” para qualquer evento, basta dizer que o fato foi objeto de elogio em pelo menos dois dos discursos das autoridades presentes, inclusive o Prefeito da Capital, Rui Palmeira que disse em seu discurso: “já participei de muitos eventos aqui neste Centro de Convenções e NUNCA houve um único evento que tivesse começado no horário. Vocês foram os primeiros”.
A Engenharia tem de dar o exemplo. Tem de mostrar que tem compromisso com a excelência (e a pontualidade é um requisito fundamental da excelência). Parabéns aos responsáveis por este gol.
. . .
O segundo momento importante da noite foi o da homenagem ao Conselheiro Federal José Chacon de Assis, morto no dia 3 de julho num acidente de trânsito em Brasília (ele foi atropelado quando fazia uma caminhada). Sua esposa e filhas foram receber a homenagem. Os aplausos foram tantos e tão efusivos que chegaram a emocionar a todos os presentes. Foram longos minutos de aplausos, com todo o auditório de pé. Depois, a filha dele, ainda muito emocionada, fez um discurso lindíssimo de homenagem ao pai, onde descreveu toda a sua luta, trabalho e legado para a Engenharia do Rio de Janeiro e do Brasil.
Eu conheci Chacon em 2001, no Piauí, quando ele fazia, por lá, umas inspeções ambientais e já fazia um barulho em defesa das suas ideias. Eu gostava dele. Acho que ele também gostava de mim. Não éramos muito próximos, mas sempre tínhamos um ou dois dedos de prosa nos eventos. Uma liderança que certamente fará muita falta. Aquele aplauso de quase três minutos naquele auditório lotado serviu para que a família dele tivesse uma noção do quanto ele era querido entre os seus pares.
. . .
O terceiro momento, sempre um destaque nas aberturas da SOEA, foi justamente a entrega das Medalhas do Mérito e o registro dos nomes no Livro do Mérito (para profissionais já falecidos). É sempre uma alegria ver o trabalho de uma vida reconhecido e ali estavam diante de nós, 26 nomes de grandes profissionais. 26 carreiras que devem servir de exemplo aos mais jovens. 26 bons motivos para a gente sentir orgulho das nossas profissões.







23/08/2018 - 06h00





PALESTRAS DA SOEA



Ontem fui ver a palestra do filósofo Clóvis de Barros Filho. "Engenharia e ética na reconstrução do Brasil"

Foi Surpreendente. Não, ele não falou de Engenharia, nem falou de reconstrução do Brasil. Nem tocou no assunto. Mas isso não diminuiu o valor da palestra. (Ninguém reclamou)

Ele discorreu sobre conceitos de Moral, Ética e Confiança com exemplos inteligentes e muito bem humorados. A plateia se divertiu, mas aprendeu muito. E a palestra dele é baseada apenas nas palavras, sem nenhum recurso tecnológico, além do microfone. Sensacional.

Desnecessário dizer que o grande auditório estava totalmente lotado. Sucesso total.

À tarde fui ver outra palestra que parecia ser muito Interessante: "Como vender seus produtos ou serviços no mercado".

Relevando-se o erro de português já no título da palestra (veja AQUI) é um tipo de palestra que não me agrada. Eu sei que muita gente gosta, mas eu não curto essa coisa de senta-levanta, faz massagem no colega do lado, tira selfie, levanta os braços, faz um grito de guerra do tipo "vai dar certo!". Sei lá... pra mim isso é coisa pra plateias de pessoas intelectualmente imaturas.

Se, apesar disso, a palestra tivesse um conteúdo consistente, vá lá... mas não foi o caso. Tudo ali não passou de bla-bla-blá de internet. Uma bobajada que você encontra em qualquer um desses perfis de blogueirinhos motivacionais do instagram. Enfim... uma perda de tempo.

Mas, repito, muita gente gostou.





24/08/2018 - 07h00





UM DICIONÁRIO DE ALAGOANICES



Eu tenho uma pequena coleção de dicionários e glossários de termos regionais do Brasil inteiro. Fui juntando ao longo desses últimos 20 anos, em mais de 700 viagens.

Ontem, lá no restaurante Casa de Mãinha, onde fui almoçar com o professor Celso Faccio encontrei mais uma preciosidade: PALAVRAS POPULARES DE ALAGOAS, escrito pelo guia de turismo baiano (mas, segundo ele, alagoano de coração) Luciano Magnavita Langman.

São 127 verbetes, sendo que algumas palavras ou expressões são populares em todo o nordeste, não apenas em Alagoas.

Esse tipo de obra geralmente tem uma pegada bem humorada. O dicionário de Langman não perde pontos nesse quesito, especialmente porque ele resolveu fazer o livro bilíngue. Para cada verbete tem a tradução para o inglês, e isso inclui uma forma suis generis de descrever a pronúncia, como você pode ver na ilustração, onde LUSTRIDO pronuncia-se “loose tree do” e BOROCOXÔ é “borrow co show”.

E assim, SEGUE O DAY, uma expressão cunhada pelo inteligentíssimo titular do perfil do Instagram mais famoso da minha cidade, o @BcM1lGr4u

Enfim, o livro do Langman não fica devendo nada aos outros dicionários da minha biblioteca. É cultura e diversão garantida. Recomendo a quem ainda está em Maceió.
Vai lá na Casa de Mãinha e encontre o seu exemplar.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br

Comentários

#1Celso Faccio, Engenheiro Civil, Maceió

sexta-feira, 24 de agosto de 2018 - 09h18min

Excelente aquisição do livro "Palavras Populares de Alagoas". Assim, quando estiver “borrow co show” pode vir nos visitar!

Abraço!

Comentário do Ênio Padilha

Vou sim, professor. Maceió faz bem para a saúde mental do vivente.

#2helécio dutra, engenheiro mec / seg. trabalho, porto alegre

segunda-feira, 27 de agosto de 2018 - 00h52min

Caro Enio -
Qual o motivo de ter sido cancelado o painel com os presidenciaveis .............Helécio

Faça seu comentário

Favor, evite enviar links, pois seu comentário será recusado.

Seu IP: 54.159.44.54 (Identificação de seu computador na internet)

* campos obrigatórios
Compartilhe: 700

Desenvolvido por Área Local