O EAD E O TREM DA HISTÓRIA

(Publicado em 16/04/2020)





Ontem eu estava conversando com um amigo que é professor em uma Universidade Federal. Ele estava me dizendo que, como ele já previa, o EAD não funciona.

Contou que a universidade até criou ambientes virtuais e disponibilizou ferramentas de EAD para os professores e alunos.
Mas não deu certo, basicamente porque os professores não se entenderam com os equipamentos e não tiveram a disposição de fazer o esforço necessário para se adaptar às tecnologias de educação à distância.
Conclusão: as aulas foram suspensas e, provavelmente, o semestre será perdido.

Pergunto: qual é a possibilidade de isso acontecer numa universidade privada?
E ouso fazer uma previsão: Estamos vivendo um momento histórico de transformação na educação brasileira (em todos os níveis). E algumas pessoas e instituições poderão perder o trem dessa história




Daqui a uns 10 anos esse episódio "coronavírus/covid-19/quarentena" será lembrado como o vetor fundamental da virada da Educação a Distância no Brasil. As pessoas falarão ou escreverão sobre como, num tempo muito curto, muitos conceitos, ferramentas e recursos de EAD foram popularizados e como milhões de pessoas aprenderam a utilizar a tecnologia para continuar aprendendo ou aperfeiçoando suas competências.

Os nomes de muitas pessoas, empresas e instituições serão mencionados como fruto desse momento de transformação.

E algumas instituições, empresas ou profissionais talvez tenham sua derrocada ou perda de valor de marca ou de mercado explicada pelo fato de terem virado as costas para esta realidade ou por terem minimizado seus efeitos.

Todas as escolas particulares (do ensino fundamental à pós graduação) estão fazendo investimento de recursos (humanos, materiais e financeiros) no sentido de tornar o EAD uma tábua de salvação do ano letivo ou de continuidade dos cursos em andamento. Isso requer organização, disciplina e empenho de alunos, professores e dirigentes dessas instituições. Alguns problemas são inevitáveis. Algumas dificuldades serão relevantes. Mas nada, absolutamente nada, poderá deter o espírito empreendedor.

Os aplicativos e plataformas estão numa guerra para fornecer as melhores soluções para que as aulas possam ser dinâmicas e produtivas. Professores estão tendo seu talento, criatividade e empenho sendo mais valorizados do que a commodity que se transformou o conhecimento técnico. Dirigentes estão tendo que desenvolver habilidades de liderança e coordenação que caibam nos recursos tecnológicos disponibilizados.

Desistir não é uma opção. Suspender o semestre letivo não passa pela cabeça dessa gente. É lutar e lutar, até a vitória.

Tem um trem saindo da estação da história neste momento. Não fique pra trás. Não sabemos quando haverá outro.





PADILHA, Ênio. 2020





Clique na imagem ao lado para ler o artigo:
O EAD SERÁ FORTALECIDO NESTA CRISE



(publicado em 22/03/2020)



Assim como muito do trabalho que está agora em home office voltará a ser realizados nas empresas, depois que a crise passar, também muita coisa que será feita por EAD durante a crise voltará ao modo presencial depois da tempestade. Mas... parafraseando Einstein, quando disse que "uma mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original" o avanço e alcance das ações de EAD que ocorrerem durante esta crise estabelecerão um novo patamar de reconhecimento e utilidade para a modalidade.



DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4451860

4