O CREAJR É A RENOVAÇÃO NO SISTEMA CONFEA/CREA/MUTUA

(Publicado em 01/04/2022)



Quando eu era estudante de Engenharia (e isso foi em 1900 e guaraná com rolha...) Não existia CreaJr.

Na verdade, o próprio Crea (senior) era uma coisa muito distante. Quase inatingível não apenas para os estudantes mas até mesmo para os engenheiros mais jovens. Não existia nenhuma conexão entre a Universidade e o Conselho Profissional.

Hoje as coisas estão diferentes. E estão diferentes PARA MELHOR

Estudantes de Engenharia (e de Agronomia) (e de geociências) conquistaram um espaço muito expressivo no nosso Sistema profissional.







O CREAJR É A RENOVAÇÃO NO CONFEA/CREA/MÚTUA
(Canal 893)



As primeiras movimentações do Crea em direção ao jovens estudantes foi no início dos anos 2000

Começou no Crea de Minas Gerais na gestão do engenheiro Marcos Túlio de Melo (meu grande amigo) e que mais tarde viria a ser presidente do Confea (de 2006 até 2011).

No início o projeto sofreu muita resistência dentro do sistema. Acho que os veteranos NÃO tinham entendido a importância do CreaJr (no longo prazo) para a própria sobrevivência dos Creas e do Confea.

Hoje a aceitação é muito ampla. Ainda existe alguma resistência, aqui ou ali, geralmente motivada por preocupações burocráticas com a legislação.

Mas agora esse trem já partiu. Não tem mais como parar ou impedir que ele chegue ao seu destino.

Atualmente o CreaJr já está organizado em quase todos os estados. Neste ano de 2022 já são quase 20 Creas júniors, alguns com alto nível de desempenho. No total, são mais de 90 mil associados.

O CreaJr tem membros corporativos e membros ativos. Membros corporativos são os estudantes cadastrados no programa.
Esse cadastramento é voluntário (e gratuito).

Os membros corporativos, claro, têm acesso a todas as atividades organizadas e promovidas pelo programa

Já os Membros ativos são os dirigentes, geralmente eleitos entre os membros corporativos ou por colegiados específicos (como é o caso do Coordenador Nacional).

Eles participam (como o próprio nome indica) ativamente da organização e promoção das atividades do CreaJr (e recebem um certificado, quando encerram suas participações no programa. isso é importante.)


Uma coisa interessante: o CreaJr não tem um PRESIDENTE. Nem em nível regional nem Nacional

Em cada estado existe um Coordenador Regional e, para o Brasil inteiro, existe um Coordenador Nacional.

Neste ano a coordenação nacional está com a LUANA MATOS DE CARVALHO, estudante de Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais.

Aqui no meu estado, Santa Catarina, a coordenação regional também é de uma moça: a jovem INGRID REINEHR, estudante de engenharia química na UDESC, em Pinhalzinho.

Mas o que faz o Crea Júnior?
Quais são os principais objetivos? E (principalmente) por que um jovem estudante de Engenharia (ou de agronomia) (ou de geociências) deveria fazer parte do CreaJr?

Bom. O principal objetivo do CreaJr é aproximar os estudantes e jovens profissionais do sistema Confea/Crea/Mútua.

Esse é o objetivo principal, mas, como todas as organizações do Sistema Profissional, o CreaJr também tem como tarefa a valorização das profissões e dos profissionais.

E por que um jovem estudante deveria participar?

Aí é que vem a coisa boa: quem participa do CreaJr tem inúmeros benefícios (diretos e indiretos)

• A oportunidade de ter contato direto com o Crea do seu estado
• A possibilidade de construir uma rede de relacionamentos muito rica, com futuros colegas engenheiros no Brasil inteiro.
• A possibilidade de conhecer melhor as oportunidades do mercado
• A oportunidade de ser apresentado às entidades de classe na sua região.

Eu gosto muito da explicação do jovem Tom Nicolas, que foi Coordenador do CreaJr de Santa Catarina em 2021. Ele falava sempre que o CreaJr é uma escola

No CreaJr o jovem aprende
• a falar em público
• a se comportar em reuniões
• a trabalhar em equipe ( e a liderar equipes!)
• aprende como é que funciona o Crea e as demais organizações do Sistema Profissional
• tem contato com (e aprende sobre) outras culturas, de outras regiões, com outras realidades e outras dinâmicas
• E (fundamentalmente) aprende o valor da proatividade.

O CreaJr organiza Seminários, palestras, cursos, oficinas, visitas técnicas, ações sociais, encontros regionais e o Encontro Nacional
E tudo isso com aquela alegria, aquela energia muito própria da juventude.

Eu sou (e isso não é segredo pra ninguém) um apaixonado pelo CreaJr.
Nem sempre eles acertam a mão. Mas errar faz parte do aprendizado e a juventude é o tempo certo de cometer erros (desde que a gente aprenda com eles)

Nós, os veteranos devemos ser muito compreensivos e generosos para avaliar esses erros eventuais
Até porque (noves fora) essa meninada erra muito pouco.

No mais das vezes, o que o CreaJr faz é bom para o sistema profissional. é bom para o valor da marca engenharia e é bom para o futuro das profissões da área tecnológica

O CreaJr garante, todos os anos, uma injeção de sangue novo no sistema profissional.

E é um sangue novo turbinado. Que já conhece o sistema e que sabe o que quer. Essa força não pode ser ignorada.
E (no médio e longo prazo) vai manter o nosso Sistema profissional oxigenado e ativo, para o bem de todos nós e da sociedade brasileira.

E você jovem estudante de Engenharia, de Agronomia ou de Geociências, fique ligado no CreaJr.
É uma excelente oportunidade de crescimento.
Vale mais do que um 10 em Cálculo III, acredite.






PADILHA, Ênio. 2021

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:
Chave: -- Digite o número 1028 na caixa ao lado.

Pesquisar palavra ou grupo de palavras:   

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

5707421

20