ENCONTRO DE LIDERANÇAS DO SISTEMA CONFEA/CREA E MÚTUA 2010

[IMG2;eel_2010_confea.jpg;C]

Acompanhe aqui, no corpo do post e nos comentários abaixo, o evento que se realiza em Brasília, de 22 a 26 de fevereiro de 2010.

Para ver a programação do evento, clique AQUI

Comentário #1 — 19/02/2010 10:25

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário Camboriú

DESTAQUE DA PROGRAMAÇÃO (1)
Dia: 22/02/2010
Hora: 13h30

Painel “Combate à Corrupção no Brasil na Engenharia”
com a participação das seguintes autoridades:

Ministro da Controladoria-Geral da União: Jorge Hage;
Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil: Ophir Filgueiras Cavalcante Júnior;
Diretor executivo da “Transparência Brasil”: Cláudio Abramo;
Presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção: Paulo Safady Simão;
Presidente do Conselho Mundial dos Engenheiros Civis: Emílio Cólon;
Presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva: José Alberto Vol;
Deputado federal Flávio Divino (PCdoB/MA);
Diretor técnico da Pini Serviços de Engenharia: Mário Sérgio Pini;
Presidente da Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas: Sérgio Cavalieri.


Fonte: www.confea.org.br

Comentário #2 — 20/02/2010 00:00

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário Camboriú

DESTAQUE DA PROGRAMAÇÃO (2)
Dia: 23/02/2010
Hora: 14h00

Painel “A Execução de Obras Públicas e a Copa 2014: como conciliar agilidade, qualidade e controle”

Painelistas:
Orlando Silva, ministro do Esporte
Roberto Messias, presidente do IBAMA
José Roberto Bernasconi, presidente do Sinaenco-SP
Representante do Tribunal de Contas da União
Representante da Confederação Brasileira de Futebol – CBF
Paulo Simão - presidente da CBIC
Representante do Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas (IBRAOP)
Eng. Agr. Jonas Dantas dos Santos - presidente do Crea-BA
Eng. Agr. Agostinho Guerreiro - presidente do Crea-RJ
Coordenador: Eng. Civ. José Tadeu da Silva - presidente do Crea-SP


Fonte: www.confea.org.br

Comentário #3 — 22/02/2010 14:44

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

A Engenharia e o Combate à Corrupção no Brasil está em discussão neste momento. acompanhe pela internet, ao vivo. Veja no site do Confea.

Comentário #4 — 22/02/2010 21:24

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário Camboriú

COMBATE À CORRUPÇÃO À PARTIR DA ENGENHARIA
O grande momento do primeiro dia do Encontro de Lideranças parece ter sido mesmo o Painel “Combate à Corrupção no Brasil na Engenharia”. Com a presença de atores relevantes, conforme a programação (acima) parece ter havido um consenso de que é no mundo da engenharia (das grandes empresas construtoras) que a corupção nasce ou se alimenta. E que é nesse território que ela precisa ser combatida. Fortalecendo (e não atacando e dizimando) a Lei 8666 (das Licitações) e garantindo a responsabilidade técnica de profissionais do sistema em todas as etapas do processo, principalmente a etapa de Orçamento.
Está cada vez mais claro (pra mim, pelo menos) que só os engenheiros podem parar a corrupção de milhões nas obras públicas brasileiras. Para isso é necessário que se estabeleçam marcos legais e instrumentos de ação desses profissionais

Comentário #5 — 23/02/2010 10:50

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

palestra do ministro Carlos Minc. Agora. Veja na internet.

Comentário #6 — 23/02/2010 14:09

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Ministro Orlando Silva, dos Esportes, fala daqui a pouco, sobre Copa do Mundo e Engenharia.
Siga pela Internet. Veja no site do Confea.

Comentário #7 — 23/02/2010 18:14

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Cezar Britto, ex-presidente da OAB puxa a orelha dos Engenheiros e dos Arquitetos: A OAB não é melhor do que nenhum outro conselho. Apenas foi mais ousada. Apontou o dedo para o Governo e o colocou na mira da sua fiscalização. Não se submeteu à vontade do governo

Comentário #8 — 23/02/2010 18:16

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Exame de Ordem é defesa da sociedade. A Ordem separa o joio do trigo, para garantir à sociedade apenas os bons advogados.

Comentário #9 — 23/02/2010 18:28

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Cezar Britto, ex-presidente da OAB, que já foi procurador do CREA, disse que sempre achou que o fracionamento das profissões do sistema em múltiplas especialidades tinha a finalidade de dividir para dominar.

Comentário #10 — 23/02/2010 18:33

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Exame de Ordem: Cezar Britto afirma que existem 3 milhões de advogados no mundo. Se não houvesse o Exame, haveria 3 milhões de advogados no Brasil (o Brasil tem 700 mil advogados)

Comentário #11 — 23/02/2010 18:52

Ênio PadilhaEngenheiro(Comentário feito via Telefone Celular)

Presidente Marcos Túlio encerra o seminário com um Balanço do que foi dito e uma conclamação à "ação concreta".

Comentário #12 — 23/02/2010 23:53

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário Camboriú

UM DIA DE EXCELENTES CONTEÚDOS
Uma das coisas que sempre caracterizou o Encontro de Lideranças é a qualidade dos palestrantes convidados. Este ano não foi diferente. Nesta terça-feira tivemos um desfile de autoridades nos assuntos tratados que justificaram meu investimento para participar do evento.

Pela manhã, quatro grandes nomes (Carlos Minc, Ministro do Meio Ambiente; Washington Novaes, Jornalista; José Carlos Carvalho, Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais e Frederico Bussinger, ex-presidente do Confea e atualmente Presidente da Companhia Docas de São Sebastião) discorreram, é claro, sobre Meio Ambiente.
(um pequeno vídeo de dois minutos, com uma fala de José Carlos de Carvalho está publicada na nossa página principal, apenas à título de ilustração)

À tarde, outro grande time: Orlando Silva, ministro do Esporte; Roberto Messias, presidente do IBAMA; José Roberto Bernasconi, presidente do Sinaenco-SP; Jonas Dantas, presidente do Crea-BA e Agostinho Guerreiro presidente do Crea-RJ falaram sobre as dificuldades da Execução de Obras Públicas para a Copa 2014.

Depois, para finalizar, uma discussão sobre “O Papel dos Conselhos Profissionais na Proposta da Nova Estrutura da Administração Pública Federal".

Desse painel destaco uma fala. A do ex-presidente da OAB, Cezar Britto que, com a palavra solta, deu uma pequena aula de soberania aos colegas presentes.

Sabe aquela pergunta que a gente sempre faz? (Por que a OAB não se submete às mesmas regras de fiscalização do TCU nem às regras de controle que o governo tem para todos os outros conselhos?). Ele respondeu: "A OAB não é melhor do que nenhum outro conselho. Apenas foi mais ousada. Apontou o dedo para o Governo e o colocou na mira da sua fiscalização. Não se submeteu à vontade do governo. Não aceitou ser controlada por quem é objeto de sua atenção e fiscalização, em defesa da sociedade"
E disse mais: "Os outros conselhos também concentram profissões que tem o mesmo valor social da advocacia. Mas esses conselhos não ousaram enfrentar o governo e se impor como organismos de defesa da sociedade, acima dos desejos dos governos"

Sabe a questão do Exame de Ordem? Ele enfrentou, com a maior naturalidade e argumentos de difícil ataque: "existem 3 milhões de advogados no mundo. Se não houvesse o Exame, haveria 3 milhões de advogados no Brasil (o Brasil tem 700 mil advogados). Exame de Ordem é defesa da sociedade. A Ordem separa o joio do trigo, para garantir à sociedade apenas os bons advogados."

E ainda falou sobre a multiplicação frenética de títulos, habilitações e especialidades no Sistema Confea/Crea: ele, que já foi procurador do CREA, disse que sempre achou que o fracionamento das profissões do sistema em múltiplas especialidades tinha a finalidade de dividir para dominar.

E que cada um entenda lá como quiser!

Comentário #13 — 02/03/2010 14:19

solimar de castro bastos — engenheiro civil — itapagipe mg

ninguem quer falar mas a unica palestra realmente de valor foi do colega engenheiro do tribunal de contas de um estado do sul, que atestou os engenheiros estão fazendo medições falsas, e agora não será apenas a graduação para ser engenheiro mas tambem uma capacitação para ser honesto....solimar itapagipe mg eu já deu minha contribuição ao movimento do crea contra a corrupção entre os engenheiros fui até a inspetoria do crea mg de frutal mg e entreguei minha carteira de engenheiro do crea mg que não vale mais nada depois do registro da carteira nacional, entreguei junto minhas ferramentas de trabalho o colete de segurança, o capacete caracterizado e o oculos de segurança e um cd com minha colaboração que tambem publiquei no youtube caso o crea minas não faça nada como sempre e como o confea deseja contra os engenheiros corruptos, no caso as fraudes do pmcmv....eng. bastos - itapagipe mg

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4448711

3