COMO ASSIM, CBIC? COMO ASSIM,
FOLHA?


VALE A PENA LER DE NOVO
(Publicado em 25/01/2011)



Link do dia, publicado em 25/01/2011
PAÍS RICO OFERECE MÃO DE OBRA AO BRASIL
Com a falta de mão de obra qualificada no Brasil e o excesso de profissionais sem emprego nos países ricos em razão da crise, governos e entidades de classe do exterior têm contatado empresários e associações de engenheiros e arquitetos nacionais para oferecer trabalhadores.
(www.confea.org.br)

Comentário de Ênio Padilha
COMO ASSIM, CBIC? COMO ASSIM, FOLHA?Desculpem aí a minha ignorância, mas... que título é esse?
Como assim, \"OFERECE MÃO DE OBRA AO BRASIL\"? Estão nos fazendo um grande favor? ao Brasil? aos engenheiros brasileiros?
Ou aos empresários e políticos brasileiros que preferem importar a mão-de-obra excluída nos mercados dos países desenvolvidos à pagar aos engenheiros brasileiros salários e honorários dignos?
Francamente, CBIC! francamente, Folha!
O Brasil não tem falta de engenheiros. De cada 7 engenheiros formados, no Brasil, 5 estão atuando em outras atividades (que pagam melhor do que a engenharia).
O meu raciocínio é o seguinte: ninguém enfrenta cinco anos numa faculdade de engenharia porque sonha ser gerente de um banco. Essa pessoa só não está trabalhando na engenharia porque a engenharia brasileira não remunera dignamente o profissional brasileiro.
E agora vamos \"resolver\" o problema contratando engenheiros maisomenos vindos dos países desenvolvidos?
Bonito, isso!

Nas suas manifestações o Presidente Marcos Túlio têm insistido em que essa vinda de profissionais estrangeiros precisa ser acompanhada de contrapartidas. Tá certo! É preciso mesmo bater o pé nesse sentido.
Só não pode o site do Confea publicar uma nota com um título tendencioso desses, né? Dá a impressão de que estão oferecendo ajuda ao Brasil\". Não é nada disso. Um título mais adequado seria \"Engenheiros de países ricos fazem fila para trabalhar no Brasil\".
Que tal?



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | ep@eniopadilha.com.br

Comentário #1 — 26/01/2011 11:30

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário camboriú - SC

Há luz no fim do túnel: veja a frase do Engenheiro Civil, Presidente do Confea, MARCOS TÚLIO DE MELO, em matéria publicada hoje (26/01/2011) no site do Confea: www.confea.org.br
"Os países ricos tiveram seu momento de expansão e, na época, não flexibilizaram nenhuma regra para a entrada de profissionais brasileiros nos seus países. Podemos e nos dispomos sim em construir acordos bilaterais de longo prazo. É salutar para todos. No entanto novas regras precisam ser pactuadas. Hoje, para se ter uma ideia, não conseguimos entrar no mercado europeu"

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4455347

4