COMO ASSIM, GOOGLE?


ARTIGO INÉDITO
(Publicado em 19/02/2013)



No sábado, dia 16/02/2013, o navegador Google Chrome identificou entre as páginas do nosso web site, www.eniopadilha.com.br alguns códigos conhecidos como malware, que são softwares maliciosos que provocam coisas como roubo de identidade, perda financeira e exclusão permanente de arquivos nos computadores infectados.

Com o objetivo de protejer os computadores dos usuários que pudessem entrar no nosso site e serem infectados com o malware, o Google Chrome procedeu o bloqueio do domínio www.eniopadilha.com.br para seus usuários.

Até aí, não vejo problema nenhum. O nosso site estava infectado e poderia prejudicar outros computadores. O Google tinha todo o direito (e o dever) de bloquear as páginas.

Os servidores da empresa que hospeda o nosso site foram invadidos por crackers que infectaram arquivos de diversos websites (muitos outros sites hospedados no mesmo provedor tiveram o mesmo problema simultaneamente).

O que eu discuto, aqui, são as mensagens que o navegador Google Chrome apresentou aos visitantes do nosso site.

Dizia lá: \"O Google Chrome boqueou o acesso a esta página em www.google.com.
O conteúdo de www.eniopadilha.com.br, um conhecido distribuidor de malware, foi inserido nesta pagina da web. É muito provável que visitá-la agora poderá infectar seu computador com malware\"


[IMG2;chrome_malware_site_eniopadilha_5.jpg;C]
Como assim?
Desde quando nosso site é \"um conhecido distribuidor de malware\"? Com base em que se faz esta afirmação e deixa disponível para os visitantes do nosso site?

Será que os programadores do Google Chrome não têm respeito pelo trabalho dos outros? Será que eles não sabem que, em quase 100% dos casos em que códigos maliciosos do tipo malware são encontrados o site é vítima e não vilão da história?
Será que eles não têm noção do prejuízo que estão causando à imagem da marca atingida? Será que, além de me defender dos crackers (ô, raça!) eu ainda serei atacado e prejudicado pelo Google? Cadê o bom senso?

Nosso website Não é nenhum blog de adolescente irresponsável e anônimo. Temos uma boa história. Veja isto:
• Em 1989 a internet passou a contar com domínios .br;
• Em 1995 ocorreu a criação do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br);
• Em 1996 são lançados os primeiros sites de empresas brasileiras. O portal UOL entra no ar. E, em Santa Catarina, entrou no ar o site www.eniopadilha.com.br.

Portanto, senhores do Google, nosso site está no ar há quase vinte anos. E há muito mais tempo do que o próprio Google.
E, nesses quase vinte anos, não há nenhum registro (desafio os senhores do Google a procurar) de que o nosso site tenha se envolvido em qualquer atividade ilícita ou imoral.

A manutenção de um site de informação para um público extremamente restrito (Arquitetos, Engenheiros e Administradores) é uma tarefa árdua. E cara!
Quando, por qualquer razão, o site fica fora do ar (por algumas horas ou alguns dias) temos prejuízo certo.

Porém, dessa vez o prejuízo foi muito além dos negócios não realizados (vendas de livros, contatos para palestras e cursos...) Dessa vez tivemos um prejuízo moral, causado pela mensagem grosseira, agressiva e desnecessária do Google estampada no nosso site.

Eles poderiam (na verdade, deveriam) dizer algo como: \"O Google Chrome bloqueou o acesso a esta página em www.google.com. Foram encontrados códigos maliciosos (malware) que podem infectar o seu computador causando algum prejuízo. Esta página pode ser o gerador do malware, mas, estatisticamente, é muito provável que o site tenha sido atacado por crackers.\"

Ontem, segunda-feira (18/02/2013) nosso site teve apenas 10% do número usual de visitantes. Imagino que vamos ter muito trabalho para recuperar os leitores que viram esse tipo de mensagem ao entrar no nosso site.
Foi um prejuízo muito forte para a imagem e credibilidade do nosso site. Tivemos muito trabalho e investimento para trazer o site ao patamar que ele chegou. Boa parte desse trabalho foi pro lixo com a mensagem irresponsável do Google.

Como fica isso? Quem vai bancar esse prejuízo.
Quem vai pagar os salários da pessoa que é responsável pela manutenção do site aqui na nossa empresa?

Todos os envolvidos precisam ser mais cuidadosos com a maneira como esse tipo de problema é apresentado. Um site honesto não pode ser exposto dessa maneira.




ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | ep@eniopadilha.com.br

Comentário #1 — 21/02/2013 14:34

Suporte Área Local — Suporte — Rio do Sul

Nenhum site está imune das ações de hakers, nem mesmo grandes empresas, como os sites
do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco e Itaú sofreram ataques no ano passado,
o site do BB foi o que ficou mais tempo fora do ar, cerca de dois dias. Outras instituições
governamentais também já sofreram esse tipo de ataque, até mesmo lojas virtuais que são
referência em volume de vendas e atendimento já sofreram algum tipo de invasão, como
Magazine Luíza que ficou indisponível durante uma promoção em 2012.

Um entre os fatores que podem levar a esse tipo de situação são os vírus que o computador
do usuário pode possuir, por isso devemos ter cuidado com o tipo de conteúdo que acessamos
nas máquinas de trabalho, os e-mails e os downloads são as maneiras mais usadas pelos
crakers para invadir as informações dos sites e dos computadores. Nós do suporte da Área
Local já removemos os arquivos infectados do site Ênio Padilha, após as senhas serem alteradas o
site foi reindexado ao buscador Google, que concluiu a analise do site e retirou a mensagem de
erro.

Confira algumas dicas importantes que podem evitar a invasão de crakers:

Mude sempre a sua senha; outra dica é usar senhas diferentes para cada conta, uma para seu
e-mail, outra para o acesso ao site e etc.

Não utilize senhas simples, use sempre senhas complexas e difíceis. Cadastre senhas com
letras minúsculas e maiúsculas e números, com isso você estará protegendo a sua conta
evitando que alguma pessoa descubra a sua senha.

Muita atenção ao usar computadores públicos, ao você usar um PC de um Cyber-Café, ou de
algum outro local público, sempre procure, ou sempre faça, o logoff no serviço utilizado, feche
sempre o navegador da maneira correta, sempre procurando a palavra fechar, assim sendo,
você diminuirá a chances de deixar vestígios de senhas, ou de qualquer coisa que você tenha
realizado nesse PC.

Agradecemos a compreensão de todos os leitores do Ênio Padilha.

Réplica de Ênio Padilha

COMO ASSIM, ÁREA LOCAL?

Este comentário dá aos leitores a impressão de que o computador que foi invadido pelos crackers foi o nosso (aqui, do nosso escritório).
Que o culpado pelo ataque são os vírus nos nossos computadores.
Isto nao é verdade. Nossos computadores não foram atacados e nem estão infectados por vírus nenhum.
Na verdade, penso que o computador atacado pelos crackers foi da Area Local ou da LocalWeb. E não os nossos. Tanto que outros sites da Área Local tiveram o mesmo problema simultaneamente.
Isso tem de ficar mais claro.

É importante que os leitores sejam informados sobre
1) o que aconteceu;
2) a quem interessa esse tipo de evento;
3) o que foi feito (pela Área Local) para corrigir o problema;
4) o que foi feito (pela Área Local) para que não ocorra novamente (ou para dificultar a repetição disso);
5) por que o Google não tem o direito de dizer o que disse, na mensagem que pregou no nosso site, insinuando que nós (o site www.eniopadilha.com.br) somos os vilões dessa história.


Comentário #2 — 21/02/2013 17:41

Suporte Área Local — Suporte — Rio do Sul

Olá Enio Padilha, o comentário do Post COMO ASSIM Google foi para refletir e mostrar que em todo mundo somos prejudicados por pessoas mal intencionadas, como Crackers e Hackers, em nenhum momento tentamos dizer ou mesmo promover que Spam ou mesmo Virús estivesse vindo de suas máquinas de casa ou escritório.

Referente as suas Perguntas:

O que aconteceu?
Um evento de promoção de spywares através de máquinas robôs durante o final de semana do dia 15/16/17 de Fevereiro, tentaram invadir vários domínios no mundo e infectá-los, um dos afetados foi o seu domínio.

O que interessa?
Descobrir falhas em sistemas, roubar informações pessoais e bancárias para promover atos ilícitos na internet.

O que foi feito pela Área Local e Para que não ocorra novamente?
Promovemos a limpeza do em todo seu site, alteramos as senhas de acesso bem como reforçamos a segurança ao servidor de hospedagem e manutenção de seu domínio.

Por que o Google não tem direito realmente de dizer o que disse?
Realmente concordamos e apoiamos seu post referido a mensagem do Google, mas em contra partida temos que ter a ciência que ao passar pelo seu site ele verifica se não há nenhum link malicioso, constando existe algum erro, o aviso é gerado automaticamente para preservar o internauta, sem nenhuma intenção de prejudicar ou mesmo dizer que site é de má intenção.

Agradecemos a compreensão de todos os leitores do Ênio Padilha, ficamos inteiramente a disposição para dúvidas ou reclamações.

Suporte Área Local

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4444115

5