FAZER ARQUITETURA É TÃO RUIM ASSIM?

(Publicado em 06/11/2013)


[IMG2;duvida_mulher.jpg;E]Olá! Sou universitária e pretendo mudar de curso para Arquitetura, pois me identifico!
Porém pesquisando sobre o curso, me preocupa muito depoimentos de alunos ou recém formados que dizem que o mercado é ruim e etc... Nesta minha pesquisa por possíveis profissões a seguir percebo que a desvalorização existe em todos os cursos e a valorização quem faz é o próprio profissional e aluno enquanto estudante (proativo, estudioso, curioso e etc..)

Desejo saber se é necessário nesta área mestrado e doutorado e se for, se isso faz um diferencial. O concurso público é o melhor caminho? Se eu for dedicada e tudo mais, surgirá mercado para mim?
A impressão que tenho é que há uma massificação de profissionais e que serei só mais uma e isso me incomoda bastante!

Como descubro se arquitetura de fato é para mim?

Luciana de Freitas | Recife-PE
(Nesta seção, o nome e a cidade são trocados sempre que solicitado pelo leitor)



RESPOSTA:


[IMG2;eniopadilha_avatar_email.jpg;E]Luciana. Eu dou aulas de Gestão de Carreira e Marketing Pessoal para Arquitetos, Engenheiros e Designers em cursos de Pós-Graduação. Uma das recomendações que são feitas para uma correta gestão da Imagem Pública (a imagem que os outros têm de você) é justamente não viver reclamando de tudo.

E esta recomendação é particularmente importante quando a aula é para arquitetos (ou para estudantes de arquitetura). Trata-se do segmento profissional que mais reclama da vida, do trabalho, dos clientes, da sorte injusta... enfim!
Se você tem dúvidas, basta dar uma olhada na sua timeline do Facebook ou do Tweeter, e veja quem está reclamando de tudo.

Outro dia saiu uma pesquisa (baseada no depoimento dos profissionais de cada área) colocando a Arquitetura como a 7ª profissão mais estressante do mundo. Detalhe: à frente de médicos oncologistas, que lidam com doentes terminais, bombeiros, policiais militares, professores de ensino médio... Simplesmente, não faz sentido!

Não estou dizendo que não haja estresse ou problemas ou dificuldade no exercício da Arquitetura, mas é fato que o pessoal meio que superdimensiona (muito provavelmente pela expectativa exagerada que é criada antes e durante a graduação).

Problemas de mercado todas as profissões enfrentam. O mundo real é assim mesmo.

Portanto, não decida sobre escolher ou não escolher Arquitetura baseada nesse tipo de comentário. É sempre importante conhecer os ossos do ofício da carreira a ser escolhida mas é preciso serenidade para analisar os fatos.

Um bom conselho que eu posso dar é ler o livro CIMENTO BATON E PÉROLAS - Quem tem medo de Arquiteto? da carioca Dorys Daher. Acredito que é o livro que melhor descreve o dia-a-dia dos arquitetos, com todos os seus problemas, contratempos, dificuldades, mas também com as vantagens e benefícios que só o exercício de uma profissão tão rica pode dispor aos seus praticantes.

Resumindo: considero Arquitetura uma das melhores escolhas profissionais para pessoas que tenham espírito livre, criatividade, senso estético, bom gosto, bom senso, inteligência e disposição para o trabalho. O mercado jamais vira as costas para um arquiteto com essas características.

Boa Sorte.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | ep@eniopadilha.com.br




Para mandar a sua pergunta clique AQUI. A pergunta será respondida na seção PERGUNTA DO LEITOR.

Comentário #1 — 06/11/2013 08:35

Jean Tosetto — Arquiteto — Paulínia / SP

Do mesmo modo que não se deve evitar fazer um curso por causa do estresse da profissão, não se deve mirar nele em função da renda que ele pode proporcionar.
Um curso universitário, e consequentemente um ofício no futuro, devem ser escolhidos por afinidade e aptidão, prazer e interesse na atividade - sem tais pré-requisitos ninguém se realiza numa carreira.

Réplica de Ênio Padilha

O colega Jean Toseto, conhecido pelos seus brilhantes artigos publicados no seu site www.jeantosetto.com foi, mais uma vez, PRECISO! Acertou na mosca.

Na minha opinião, qualquer pessoa que escolha qualquer profissão baseado apenas na expectativa de ganhar dinheiro está condenada à frustração (porque sempre vai ganhar menos do que deseja).

Comentário #2 — 06/11/2013 21:29

luana de carvalho sousa — estudante — belém

Sr. Jean Toseto e Prof. Ênio, seus comentários são super esclarecedores, absolutamente, estes debates me servirão para eu seguir esta profissão que tanto quero e principalmente me servirá acima de tudo para pensar sempre também com a razão.

Comentário #3 — 07/11/2013 19:34

Maria Helena — Estudante de Arquitetura — Laguna - SC

Na faculdade a gente costuma dizer que arquitetura é coisa de louco, mas que essa é metade da diversão. :)

Réplica de Ênio Padilha

Senhoras e senhores: Maria Helena, minha filha. Futura arquiteta (e feliz!)

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4448755

10