VIAJANDO COM A LÍGIA FASCIONI

(Este artigo foi publicado em 04/01/2014)



[IMG2;avatar_eniopadilha_90x110px_feliz.jpg;E]Muitos amigos meus viajam pelo mundo. Fico feliz por eles. Acho legal ver as fotos que eles publicam no Facebook e no Twitter.

Mas poucos conseguem ir muito além das fotos do tipo \"olha eu aqui, na frente da Torre Eiffel\" ou \"Eu e fulano de tal visitando o ((insira aqui seu ponto turístico favorito))\" (antes que alguém pense que estou criticando, deixo claro: no ano passado fiz uma viagem à Holanda e Alemanha e tudo o que publiquei no Facebook foram exatamente fotos do tipo citadas acima)

Por isso gosto tanto das resenhas de viagem da minha amiga Lígia Fascioni. Faz algum tempo que eu a acompanho pelo mundo. A primeira viagem que eu acompanhei foi um Tour (de moto, com o marido Conrado) pelo sul da América do Sul

Depois disso ela e o Conrado foram para a Alemanha (onde moram até hoje - sem perspectivas de retorno ao Brasil). Seus post e vídeos sobre Berlin são antológicos, mas vou destacar apenas cinco. E nem garanto que são os melhores

• Este aqui, sobre as belíssimas trepadeiras cobrindo as paredes dos prédios da cidade;
• Este outro falando sobre um evento de rua que é uma verdadeira viagem no tempo;
• Este, mostrando a exuberância da cidade no mês do Natal;
• Este aqui, sobre um prosáico passeio de bonde (você vai ver que nada é prosáico aos olhos dessa moça);
• E, finalmente, este aqui, de presente para os olhos dos meus leitores arquitetos

Desde que eles estão em Berlin, já realizaram algumas incursões pela europa. A principal delas foi, provavelmente, a viagem ao FIM DO MUNDO: uma viagem com o Barco Postal Norueguês que vai até os confins da Noruega (quase no Polo Norte).

O que diferencia os registro de viagem da Lígia de nós, simples turistas, é o olhar. Ela não viaja para descansar. Viaja para aprender. E, aparentemente, para ensinar. Ela viaja prestando atenção em todos os detalhes. Prestando atenção naquilo que pode fugir da visão da maioria mas que pode ser útil perceber para evitar percalços no futuro; Viaja percebendo o inusitado, as diferenças, as belezas idiossincráticas.

A utilidade disso: bom, posso dizer o seguinte: quando estivemos na Alemanha nosso tempo era muito curto. Nossa viagem era de poucos dias. Os posts do Blog da Lígia Fascioni foram muito úteis, pois ajudaram muito a entender como as coisas funcionavam, antes mesmo de estarmos lá. Muitas coisas nos encantaram, mas poucas coisas nos surpreenderam. E, posso garantir, nossa (curta) viagem foi muito melhor aproveitada graças às aulas gratuitas que obtivemos no Blog da Lígia

Agora eles acabaram de voltar da Itália. E ela já está escrevendo sua redação \"MINHAS FÉRIAS\". E você não pode perder: veja o que ela viu na Itália. E veja se eu não tenho razão.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br




DIVULGAÇÃO
[IMG1;Divulga_Livro.png;650;C;http://www.oitonovetres.com.br/loja]




---Artigo2014

Comentário #1 — 31/01/2014 15:37

Ligia Fascioni — Engenheira eletricista — Berlim, Alemanha

Nossa, que lindo, querido Enio! Muito obrigada mesmo, coisas assim motivam a gente a compartilhar o privilégio que é viajar

Réplica de Ênio Padilha

Maravilha, Lígia.
Continue viajando. E continue produzindo "Redações de Férias" pra gente.

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4448789

5