A POLÊMICA PASSARELA DA BARRA

(Publicado em 26/07/2014)



Até muito pouco tempo existia aqui em Balneário Camboriú uma coisa que eu chamava de \"Monumento à Corrupção\". Veja a foto abaixo:
[IMG;Pilares_Ponte_inconclusa_BC.jpg;640;C]

Foto: Ênio Padilha - 2011 (algumas semanas antes de os pilares serem, finalmente, removidos)


É o seguinte: em 12 de outubro de 1983 o prefeito Haroldo Schultz promulgou a lei 0586/1983 que \"DENOMINA PONTE A SER CONSTRUÍDA NESTA CIDADE, LIGANDO A ZONA SUL AO BAIRRO DA BARRA\". (veja o texto completo da lei AQUI). O nome da ponte: PONTE PRESIDENTE JOÃO FIGUEIREDO.

A verba saiu, mas a ponte nunca foi construída (apenas os pilares em uma das cabeceiras). Custou a carreira política do prefeito. Bem feito!

Corta para 2014. O que temos, no mesmo lugar onde teria sido construída a famigerada Ponte Presidente Figueiredo? Uma obra no mínimo estranha. Veja a foto abaixo:
[IMG;PassarelaBarra_BC_20140723.jpg;640;C]
- Foto: extraída esta semana do perfil da Cidade de Balneário Camboriú no Facebook.


Trata-se de uma passarela para pedestres. Dá pra acreditar?

É isso mesmo: Tá quase pronta. Em cada torre haverá um restaurante e entre eles a passarela, apenas para pedestres e ciclistas.

O problema não é isso. O problema é que esta obra começou no início de 2012, com a promessa de que ficaria pronta em 9 meses e custaria 22 milhões de reais (um preço absurdamente alto!) (veja notícia do Diário Catarinense em em 19/01/2012)

Já se vão dois anos (quase três vezes o prazo previsto), e o custo já está batendo nos 30 milhões.

E, com a promessa de que a obra seja inaugurada até o fim deste ano, algumas perguntas continuam sem resposta:

1) Precisava? Precisava ser uma obra desse tamanho, com 25 metros de altura? Será que os arquitetos e engenheiros consultados (contratados) não apresentaram alternativas menos faraônicas?

2) De onde saiu essa ideia? Existe algo parecido em algum lugar do mundo? Como funciona?

3) É verdade essa história de que as pessoas que quiserem atravessar a passarela terão de pagar um pedágio, se não forem moradores dos Bairros próximos? Isso seria uma boa ideia?



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br



---Artigo2014 ---Balneário Camboriú ---Barra


Comentário #1 — 04/08/2014 09:29

Jose Roberto Scarpetta Alves — Engenheiro Civil — Florianópolis

Eu incluo mais algumas perguntas aí na sua lista Ênio: Já que vão haver dois restaurantes, como será seu uso? Licitação? Preços mínimos? Acessível aos mortais ou somente aos endinheirados? R$ 30.000.000,00 se comparado com alguns viadutos que têm custado nove ou dez milhões, qual a razão de tamanha diferença e ainda reajustada?
Vai ser a "pinguela" mais cara de Santa Catarina

Réplica de Ênio Padilha

Perguntas pertinentes, amigo, José Roberto

Comentário #2 — 06/08/2014 11:30

kurt igor kleine — engenheiro civil — Blumenau.

olá, mortais residentes no País do ERRADO, a altura é devido a passagem dos veleiros, mas o preço e a finalidade é simplesmente RIDÍCULAS, coisa de politico BRASILEIRO. Difícil argumentar para tal Obra Equivocada. Parabéns políticos de meia PATACA. Desculpe a sinceridade. Abraços. Kurt Igor Kleine. Seu fã. Obrigado.

Comentário #3 — 13/09/2014 22:55

Reginaldo — Empresário — Londrina

Projeto audacioso e dentro do porte da cidade parabéns pela bela obra, vai destacar ainda mais a cidade e o turismo que já e um dos melhores do Brasil,

Comentário #4 — 22/10/2014 13:44

glaucio — auxiliar — Balneário Camboriú

FICO INDIGNADO PORQUE O PREFEITO E OS VEREADORES, NÃO PERGUNTAM PARA O POVO DE BALNEÁRIO SE QUEREM PONTE PARA PASSAR TURISTAS OU PARA PASSAR CARROS!!!
UM ABSURDO A PONTE TERIA QUE SER PARA PASSAR CARROS, CAMINHÕES ETC...
INCLUSIVE PODERIA PASSAR O BONDINDINHO PELA PONTE INDO ATÉ LARANJEIRAS SERIA BOM PARA OS TURISTAS!
QUAL RESTAURANTE SERA BENEFICIADO PELA PONTE? A OBRA JÁ TÁ EM 30 MILHÕES SÓ PRA PASSAR PEDESTRES UM ABSURDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4444445

3