PORTO SEGURO-BA

O Turista Acidental (Ênio Padilha) esteve em Porto Seguro-BA, para a palestra TAREFAS E RESPONSABILIDADES NUM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA com organização do ASSOCIENGE Associação dos Engenheiros e Técnicos da Costa do Descobrimento




PORTO SEGURO


[IMG;ta_20141206_PortoSeguro_internet.jpg;640;C]Porto Seguro é um município situado no sul do estado da Bahia, com 141.006 habitantes. O vilarejo que deu origem ao moderno município de Porto Seguro foi fundado em 1534, e está tombado em quase sua totalidade pelo patrimônio histórico, não sendo permitida a construção de prédios com mais de dois andares.



PROGRAMA DE TURISTA
Nosso trabalho nos permite conhecer muitos lugares. Porém, em muitos destinos, nosso \"conhecer\" se limita ao tripé \"aeroporto, hotel e auditório\". Acabei de chegar de Americana, em São Paulo. Fiquei lá três dias. Não saí de dentro do hotel.

Desta vez, aqui em Porto Seguro, dei sorte. Tive um dia inteiro de folga. E pude fazer um programa de Turista que muitos brasileiros adorariam fazer: conhecer a primeira cidade do Brasil. O lugar onde o Brasil foi descoberto.

O passeio começou no hotel em que estou hospedado (onde será o evento no qual sou palestrante, amanhã).

O Hotel fica na frente da Praia do Descobrimento. E tem aqui uma linda praça cheia de pitangueiras e alguns marcos interessantes, inclusive um que foi feito em Portugal e dado como presente para o Brasil em 1968, ano em que se comemorou os 500 anos do nascimento de Pedro Álvares Cabral.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro00_Marco_PedroAlvaresCabral.jpg;640;C]

Aliás, Pedro Álvares Cabral é celebridade por aqui. Está em toda parte e dá nome a diversos estabelecimentos.
Em uma outra praça à caminho da Cidade Histórica ele aparece, imponente, mostrando o caminho:
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro00_PedroAlvaresCabral.jpg;640;C]

A localização da Cidade Histórica também foi uma surpresa para mim (desculpem a ignorância). Eu sempre pensei que Porto Seguro (a parte antiga) fosse uma cidade no nível do mar. Mas não. Fica num platô, a uns 100 metros de altura. Na foto abaixo, do hotel, dá pra ver acima, no morro, os coqueiros da cidade.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_Hotel.jpg;640;C]

Arrumei um guia, chamado Ademilson, que foi me contando todas as histórias e contextualizando as construções. O passeio começa numa rua com uma sequência de casas geminadas sendo algumas com eira e beira e outras sem eira nem beira (os arquitetos conhecem a história). Essas casas todas, segundo o guia, são construções do século 16. Hoje são tombadas como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_Guia.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro02_CidadeHistorica_Rua1.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro02_CidadeHistorica_Rua1_residenciasSemEiranemBeira.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro02_CidadeHistorica_Rua1_residencia.jpg;640;C]

Uma das construções dessa rua, no entanto, não é tão antiga. Tem apenas uns 250 anos. É do século 18.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro02_CidadeHistorica_casa_seculo18.jpg;640;C]Observe as aberturas no pavimento superior (os olhos da casa) por onde sai o ar quente. A entrada de ar fresco se dá pelas aberturas existentes na altura dos rodapés.

No final dessa rua chega-se a uma imensa praça, onde estão o Marco de Posse (de 1503); a Igreja de Nossa Senhora da Pena (de 1535), com imagens sacras dos século 16 e 17; a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia (de 1526) com imagem do Nosso Senhor dos Passos e a Igreja de São Benedito (de 1549 ou 1551) construída pelos Jesuítas. Também estão nessa praça a Casa de Câmara e Cadeia (de 1756) onde funcionam o Museu da Cidade e o núcleo local do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional) e o Farol moderno (tem apenas 107 anos, de onde se pode ver o mar e parte da cidade baixa.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_IgrejaBrancosPobres1.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_IgrejaBrancosPobres2.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_IgrejaNSPena_RicoseNobres.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_Farol_1907.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_PraiadoDescobrimento_aroeiras.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_PraiadoDescobrimento_aroeiras2.jpg;640;C]

Uma curiosidade: esta foto abaixo é clássica (porque apresenta três das mais importantes atrações da praça: o marco da posse, a Igreja de Nossa Senhora da Pena e a Casa de Câmara e Cadeia. Centenas de sites e blogs já a publicaram. Mas eu acho que ninguém nunca se perguntou o que tem lá atrás. Então eu resolvi fazer a fotografia do LADO B dessa imagem tão famosa.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro05_CidadeHistorica_FotoClassica.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro05_CidadeHistorica_FotoClassica_fundos.jpg;640;C]


Outra coisa interessante: praticamente todas as árvores que aparecem nesta foto são PAU BRASIL. E essa jovenzinha que está em primeiro plano foi plantada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, durante as comemorações dos 500 anos do descobrimento, em 2000.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro_PauBrasil_FHC.jpg;640;C]

Mais uma: na cadeia, as janelas da ala masculina eram de ferro e ficavam de frente para o mar, para que o preso sentisse a liberdade perdida;
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_CadeiaMasculina1.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_CadeiaMasculina2.jpg;640;C]

Já na ala feminina, as grades são de madeira e as celas ficam de frente para a igreja, para que as presas pudessem rezar e se recuperar.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_CadeiaFeminina1.jpg;640;C]
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro06_CidadeHistorica_CadeiaFeminina3.jpg;640;C]


Sobre o MARCO DE POSSE. Ele foi produzido em 1503, três anos depois da primeira chegada de Cabral no Brasil. Talhado em mármore de Carrara, com 2,50 metros de comprimento (a maior parte está enterrada) e era utilizado para definir a propriedade da Coroa Portuguesa sobre as terras descobertas.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro_MarcodePosse.jpg;640;C]


A esquadra de Pedro Álvares Cabral Cabral era composta de 13 embarcações, sendo 10 naus e 3 caravelas
1) Nau capitânia D. Manuel comandada por Pedro Álvares Cabral.
2) Nau sota-capitânia El Rei comandada por Sancho Tovar.
3) Nau Espera comandada por Nicolau Coelho.
4) Nau Cântico comandada por Diogo Dias.
5) Nau Victória comandada por Vasco de Ataíde.
6) Nau Flor de la Mar comandada por Simão de Pina.
7) Nau Santa Cruz comandada por Aires da Silva.
8) Nau Espírito Santo comandada por Simão Miranda.
9) Nau Mercante São Vicente comandada por Luis Pires.
10) Nau de Mantimentos Esperança comandada por Gaspar Lemos.
11) Caravela Santo Antônio comandada por Bartolomeu Dias.
12) Caravela São Pedro comandada por Pero de Ataíde.
13) Caravela Nossa Senhora Anunciada comandada por Nuno Leitão.
[IMG;ta_20141205_PortoSeguro_CidadeHistorica_FrotaCabral.jpg;640;C]



PRA FECHAR
[IMG;ArteHotel_20141206_BPires_PortoSeguro.jpg;640;C]A pintura acima está na cabeceira da cama do apartamento 106 do Hotel Shalimar. É uma obra do artista plástico Pires, de Porto Seguro. NESTE LINK você poderá conhecer um pouco mais do trabalho dele.






O EVENTO E OS PARTICIPANTES


Promotor: ASSOCIENGE
Palestra: Tarefas e Responsabilidades num Escritório de Arquietura e Engenharia
Local e data: Shalimar Praia Hotel, 04/12 - 10h00



[IMG;ta_20141206_PortoSeguro_Auditorio.jpg;640;C][IMG;ta_20141206_PortoSeguro_Auditorio_plateia.jpg;640;C]O auditório, prontinho e depois, com os participantes atentos;

[IMG;ta_20141206_PortoSeguro_Auditorio_plateia2.jpg;640;C]Profissionais que participaram do evento

[IMG;ta_20141206_PortoSeguro_Associenge_Diretoria1.jpg;640;C][IMG;ta_20141206_PortoSeguro_Associenge_Diretoria2.jpg;640;C]Nova Diretoria empossada da Associenge. Na foto de baixo, com os membros do Conselho Fiscal

[IMG;ta_20141206_PortoSeguro_EnioPadilha_KarenDaniela_LenoVargens.jpg;640;C]No final da tarde, após almoço de confraternização, com a presidente Engenheira Karen Daniela e seu marido Leno Vargens na área de lazer do hotel






O título desta seção é uma referência ao livro \"O Turista Acidental\" da escritora norteamericana Anne Tyler.

Comentário #1 — 05/12/2014 17:41

Ana Clara Loch Padilha — Dentista — Baln. Camboriú

Muito legal!!!

RÉPLICA DE ÊNIO PADILHA

E ainda faltou dizer uma coisa, Ana Clara. Você notou que são três igrejas (num sítio tão pequeno)? É que, naquela época, tinha de haver uma igreja para os pretos, outra igreja para os brancos pobres e uma terceira (a principal), para os nobres e ricos (evidentemente, brancos).
Que tal?

Comentário #2 — 06/12/2014 10:35

Maristela — Arquiteto — Rio do Sul

Lindas as fotos.... As casas dos mais pobres não tinham eiras nem beiras (detalhe na fachada das casas, próximo ao telhado), já os mais ricos a tinham. Existem três: eira, beira e tribeira. Cada uma tinha seu significado como possuir dinheiro, cultura, etc.

Comentário #3 — 07/12/2014 05:51

Moacir de Souza — Engenheiro Civil — Petrolina

Énio você esta de parabéns sua fotos são lindas irei visitar esta cidade apos sua reportagem...

Comentário #4 — 07/12/2014 20:46

Felipe Ferreira Pereira — Engenheiro Florestal — Eunápolis

Parabéns pela palestra.
Excelente reportagem da nossa cidade vizinha, Porto Seguro.
Tem informações que nem sabia, rsss, como o nome das naus e caravelas com seus respectivos comandantes.

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:
Chave: -- Digite o número 7294 na caixa ao lado.

Pesquisar no título do artigo:   

Pesquisar no corpo do artigo:   

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

5377295

339