Notas de "COPA DO MUNDO"

13/08/2013

MINISTRO DO ESPORTE ADMITE QUE ATRASO EM OBRAS PODE COMPROMETER COPA

Clique sobre a figura para obter mais informações em portal2014.org.br



O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, admitiu que o atraso das obras previstas para a Copa do Mundo podem comprometer o evento marcado para 2014. No caso dos estádios, há problemas em questões de acessibilidade, segurança e mobilidade. Rebelo, no entanto, considerou positivo o saldo da Copa das Confederações, disputada em junho, tanto na questão da segurança, como em relação às conquistas econômicas, em especial com a geração de empregos e renda.

Comentários?

05/08/2013

CUSTO DOS ESTÁDIOS DA COPA NO BRASIL PRATICAMENTE TRIPLICA EM CINCO ANOS

Clique sobre a figura para obter mais informações no site piniweb.com.br



O custo das 12 arenas que sediarão a Copa do Mundo de 2014 chegou a R$ 7,98 bilhões, valor 285% maior que o anunciado pelo Governo Federal em outubro de 2007, quando o Brasil foi escolhido sede do evento. Na ocasião, o preço das reformas e construções era estimado em R$ 2,8 bilhões. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), com base em uma pesquisa do Ministério dos Esportes.

Comentários?

02/08/2013

COPA 2014: METADE DAS OBRAS EM AEROPORTOS ESTÁ ATRASADA

Clique sobre a figura para obter mais informações no site folha.uol.com.br



A menos de um ano da Copa de 2014, metade das obras programadas para os aeroportos que servirão à competição a partir de junho engatinha ou nem começou. Balanço feito pela Folha mostra que 10 obras não alcançaram 30% da execução. A lentidão afeta sobretudo capitais que sediarão o evento: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Cuiabá, Fortaleza, Curitiba e Natal. (O cronograma em Manaus e Salvador, em contrapartida, está adiantado.)


Comentários?

01/08/2013

COBERTURA DA ARENA DA AMAZÔNIA COMEÇA A TOMAR FORMA

Clique sobre a figura para obter mais informações no site portal2014.org.br



A obra da Arena da Amazônia está em andamento há 37 meses. Na última semana, o custo da obra teve um aditivo de R$ 54,4 milhões. A construção custará, agora, R$ 605 milhões. O estádio de Manaus será palco de quatro jogos da Copa do Mundo 2014, todos válidos pela primeira fase da competição.

Comentários?

11/07/2013

PEDIDOS DE OITO ESTADOS PARA MOBILIDADE URBANA
SOMAM R$ 52 BILHÕES

Clique sobre a figura para obter mais informações em portal2014



O pedido de recursos para investimentos em mobilidade urbana de oito estados somaram R$ 52 bilhões, disse hoje (10) a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. O montante ultrapassa os R$ 50 bilhões liberados para ações de melhoria do transporte público de massa. De acordo com ela, com as propostas apresentadas, o governo vai decidir como será feita a divisão dos recursos, anunciados pela presidenta Dilma Rousseff, no último dia 24, em resposta às manifestações populares por melhorias nos serviços públicos.


Comentários?

14/06/2013

SIEMENS APOIA O ESTÁDIO DE BRASÍLIA A SE TORNAR A ARENA ESPORTIVA MAIS SUSTENTÁVEL DO MUNDO

Clique sobre a figura para obter mais informações no site brasilengenharia.com



As tecnologias verdes da Siemens podem reduzir o desperdício no estádio, controlando o consumo de água e energia. Além de auxiliar o Mané Garrincha a se tornar ainda mais sustentável, os sistemas também contribuirão para que o estádio seja a primeira arena de esportes do mundo a receber a certificação de sustentabilidade LEED Platinum, um status alcançado apenas por edifícios que satisfazem os mais altos padrões ambientais. O software de automação predial da Siemens, instalado no estádio, atende aos requisitos de certificação da LEED, uma vez que controla o consumo, a medição e utilização de água e energia, o uso de ar condicionado e a integração dos sistemas de detecção de incêndio, alarme e sistemas de segurança.

Comentários?

14/06/2013

CRONÔMETRO PROJETADO POR NIEMEYER FAZ CONTAGEM REGRESSIVA PARA A COPA DO MUNDO

Clique sobre a figura para obter mais informações no site archdaily.com.br



Os torcedores poderão acompanhar cada segundo da contagem regressiva de um ano para a Copa do Mundo de 2014 pelo relógio inaugurado nesta quarta-feira, 12 de junho, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Última obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, falecido no ano passado, a peça foi revelada ao público em cerimônia que contou com o neto dele, Carlos Niemeyer; Jérôme Valcke, secretário geral da FIFA; Jean-Claude Biver, presidente da marca Hublot; Aldo Rebelo, ministro do Esporte; Pelé, embaixador honorário da Copa; Ricardo Trade, CEO do Comitê Organizador Local (COL); e Luiz Fernando Pezão, vice-governador do Rio de Janeiro.


Comentários?

13/06/2013

COM 71% DE OBRA PRONTA, BEIRA-RIO APOSTA EM BELEZA E CONFORTO NA COPA

Clique sobre a figura para obter mais informações no site http://g1.globo.com/



Com 71% das obras finalizadas, o Beira-Rio se apronta para abraçar a Copa do Mundo. A cobertura metálica, principal responsável por mudar a cara do estádio, está em estágio avançado. Com custo de R$ 330 milhões para a reforma, a previsão é que a entrega ocorra em dezembro, prazo máximo estipulado pela Fifa. Apesar de a estrutura básica ser mantida, o que os torcedores verão será um novo estádio, das acomodações ao gramado, e com capacidade para receber 51,3 mil pessoas durante o Mundial.

Comentários?

06/06/2013

DAS SETE OBRAS DE MOBILIDADE EM NATAL,
UMA ESTÁ EM FASE DE CONCLUSÃO

Clique sobre a figura para obter mais informações no site portal2014.org.br



Na contra-mão das obras da Arena das Dunas, Natal terá que correr para finalizar os trabalhos de mobilidade urbana. Dos sete projetos do setor previstos para a Copa 2014, apenas uma está em fase de conclusão. Outras seis ainda não saíram do papel. Destas, três foram excluídas da Matriz de Responsabilidades e passaram para o PAC da Mobilidade.

Comentários?

05/06/2013

QATAR PLANEJA ILHA ARTIFICIAL PARA RECEBER
TURISTAS NA COPA DE 2022

Clique sobre a figura para obter mais informações no site ciclovivo.com.br/



A ideia é construir a ilha ao longo da costa de Doha, a capital do Qatar. Para que o projeto se torne realidade será necessário investir, em média, US$ 5,5 bilhões. Apelidado de Oryx Island, o projeto é assinado por dois escritórios de arquitetura, o HOK e o ABS. A nova estrutura deve contar com cinco hotéis flutuantes, um teatro ao ar livre, zona comercial, áreas de lazer e várias opções de espaços residenciais. Conforme explicado pelo chefe executivo de Barwa, Abdulla al-Subaie, em declaração à Reuters, a ilha deverá acomodar de 20 a 25 mil pessoas.

Comentários?