Notas de "URBANISMO"

17/12/2014

CONCURSO SELECIONA PROJETOS DE URBANISMO E MOBILIDADE PARA ENTORNO DE ESTAÇÕES DE TREM EM SÃO PAULO

O USP Cidades e a Embarq Brasil divulgaram os projetos vencedores do Concurso 3 Estações, que reconheceu as melhores propostas de urbanismo, mobilidade e microacessibilidade para intervenções no entorno das estações Vila Olímpia, Berrini e Santo Amaro da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), localizadas na zona Sul de São Paulo.
Escolhidas entre 11 trabalhos finalistas por meio de votação popular que reuniu 1.600 votos de 18 países e avaliação do júri, as três propostas vencedoras consistem em dar novo uso aos espaços subutilizados em terrenos adjacentes às estações, transformando-os em praças públicas com locais para descanso e convivência, e incluem a construção de estacionamentos, bicicletários, ciclovias e bancas para comércio de rua.
Para a estação Santo Amaro, foi selecionado em primeiro lugar o projeto de Karina Ignácio De Camargo, Aline Rodrigues Manoel e Fabiane Sakai Ito. A proposta se destacou, segundo a comissão julgadora, por compreender soluções viáveis e com potencial para oferecer opções de desfrute e sociabilização nas áreas mal aproveitadas no entorno da estação. Em segundo lugar foi escolhido o projeto de Tiago Brito da Silva, Ana Claudia Fernandes Maciel e Luis Fernando Milan; e em terceiro o de Eduardo Pimentel Pizarro.
Já para a estação Berrini o projeto escolhido foi o de Carolina Guido Monteiro, Fernanda Alverga-Wyler Mercês, Rodolfo Mesquita Macedo e Yuval Fogelson, que consiste na transformação definitiva de vias hostis em espaços de passagem e permanência com qualidade urbanística. Em segundo lugar ficou a proposta de Carlos César de Barros, Daniel Guimarães, Elisa Mesquita, Marcelo Falcone e Marília Edinger; e em terceiro o de Arthur Ferradas Chacklian.
O trabalho selecionado para a estação Vila Olímpia, por fim, foi elaborado por Carina Tiemi Fujimoto Oshita, Alessandra Giselle Mimura de Melo, Camila Motoike Paim e Leandro Ishioka. Uma rua que serve como praça, oferecendo espaço seguro para a circulação de pedestres recebeu o reconhecimento do júri. O projeto de Tiago Brito da Silva, Ana Claudia Fernandes Maciel e Luis Fernando Milan ficou em segundo lugar; e o de Renata Cruz Rabello em terceiro.
Os primeiros colocados de cada estação foram premiados com uma viagem para Nova York, nos Estados Unidos, onde farão intercâmbio com profissionais de arquitetura e urbanismo. Os segundo e terceiro colocados receberam troféu do Concurso 3 Estações.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site au.pini

Comentários?

16/12/2014

USP CRIA PROGRAMA PARA PRODUÇÃO DE PROJETOS URBANÍSTICOS

A empresa de telefonia Vivo e a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP) firmaram uma parceria técnica a fim de desenvolver projetos e metodologias que contribuam para a solução de problemas urbanísticos a partir de tecnologias digitais.

A iniciativa contará com a criação de um laboratório prático, ainda no primeiro trimestre de 2015, para a implementação e estudo de programas pilotos. No primeiro momento, as pesquisas terão foco nas áreas de energia e iluminação públicas, buscando a gestão ecoeficiente destes recursos.

Posteriormente, os profissionais do laboratório também trabalharão para criar indicadores de avaliação de cidades inteligentes, um segmento ainda em estágio embrionário no Brasil. O programa ainda será responsável pela divulgação de projetos aprovados, incentivando a aplicação de novos conceitos e técnicas em campi universitários.

"Esse tipo de parceria é muito importante para a Universidade, pois permite aproximar os alunos e pesquisadores das demandas atuais da sociedade, produzindo trabalhos de grande valor agregado para a relação universidade-sociedade", afirma o prof. Luiz Cláudio Ribeiro Galvão, pesquisador da EPUSP.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site arcoweb

Comentários?

09/12/2014

MINISTÉRIO DAS CIDADES LANÇA SITE SOBRE DESAFIOS URBANOS

O Ministério das Cidades acaba de lançar um site colaborativo sobre problemáticas e desafios urbanísticos, em que a sociedade poderá participar da produção do relatório oficial que o Brasil apresentará durante a 3ª Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Urbano Sustentável, a ser realizada em 2016.

A participação social é uma recomendação da ONU e será organizada por meio de um questionário consultivo, baseado nos sete tópicos que devem constar do relatório nacional sobre demografia urbana e planejamento urbano territorial: questões e desafios para uma nova agenda urbana, meio ambiente e urbanização, governança urbana e legislação, economia urbana, habitação, serviços básicos e indicadores.

Além do questionário, a plataforma também abrigará documentos oficiais referentes ao tema, materiais para pesquisa, notícias atualizadas e fóruns de discussão.

Ao final da coleta de dados, o relatório será baseado em evidências empíricas, avaliando a implementação da Agenda Habitat de 1996 bem como objetivos e metas acordados internacionalmente, inclusive com outras agências do Sistema ONU. O período para levantamento e análise deve ser referente aos últimos 20 anos.

Os interessados em participar do questionário devem se cadastrar no site oficial, gerando login e senha.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site arcoweb

Comentários?

28/11/2014

TRINCHEIRA JURUMIRIM/TRABALHADORES EM CUIABÁ

O Governo do Mato Grosso inaugurou na última semana a Trincheira Jurumirim/Trabalhadores, que recebeu o nome de José Luiz Borges Garcia, em Cuiabá. Com 960 metros de extensão e duas faixas em cada sentido, a trincheira inicialmente prevista para ser entregue antes da Copa do Mundo custou R$ 50,5 milhões e é a maior já construída na cidade.
O objetivo das obras que integram o pacote de mobilidade urbana da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) é dar fluidez ao trânsito em um trecho da Avenida Miguel Sutil, criando alternativa para o tráfego de veículos entre a Avenida Dante de Oliveira (Trabalhadores) e o cruzamento da Avenida Gonçalo Antunes de Barros (Jurumirim). O fluxo é de aproximadamente seis mil veículos hora/pico.
O governador do Estado Silval Barbosa anunciou durante a inauguração da trincheira a conclusão ainda este ano das obras das trincheiras Luis Felipe, na Avenida do CPA, e Verdão, na Avenida Miguel Sutil, além da passagem em nível da Rua Trigo Loureiro, na Avenida do CPA, e do viaduto Beiro Rio, na região do Coxipó.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site infraestruturaurbana

Comentários?

27/11/2014

PRÊMIO INTERNACIONAL DE MOBILIDADE

A Cidade do México ganhou o prêmio internacional Audi Urban Future Award, organizado pela empresa Audi, que seleciona algumas cidades de diferentes partes do mundo para questionar sobre os futuros avanços na questão da mobilidade. A ideia é desmanchar os pensamentos relacionados ao estado crítico da mobilidade no século XXI dentro de um contexto de desafios complexos, mas também de novas oportunidades.

Este ano, na sua terceira edição, a Cidade do México foi escolhida, juntamente com Boston, Berlim e Seul, para oferecer uma visão de como poderia ser o futuro urbano se os dados fossem utilizados de maneira estratégica. A premiação foi entregue começo de novembro na cidade de Berlim.

A inovação e a criatividade permitiram a Cidade do México imaginar novas maneiras de uma metrópole de um país emergente enfrentar os desafios de mobilidade no século XXI. Os desafios enfrentados por esta cidade serão cada vez mais comuns no mundo, já que atualmente metade da população mundial vive em cidades e este número continuará crescendo nas próximas décadas.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site archdaily

Comentários?

27/11/2014

PESQUISA APONTA FALHAS NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA

O Programa Minha Casa, Minha Vida, por atender primordialmente aos interesses do setor privado, tem reproduzido um padrão de cidade segregada e sem urbanidade, já que seus empreendimentos são mal servidos por transporte, infraestrutura ou ofertas de serviços urbanos. Essa é a síntese de avaliação do maior programa habitacional do Brasil feita pela Rede Cidade e Moradia, conforme Nota Técnica divulgada em 25/11/14.

O programa, segundo o governo, já englobou 7,3 milhões de brasileiros, desde sua criação em 2009, com a entrega de 1,8 milhões de moradia e um investimento de R$ 230 bilhões.

A Rede é um consórcio de onze instituições, coordenadas pelo Observatório das Metrópoles, contratado em 2013 pelo Ministério das Cidades e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o objetivo de fomentar a produção acadêmica, o desenvolvimento de metodologias de avaliação e oferecer insumos para o aprimoramento da política habitacional do país.

A Nota Técnica da Rede Cidade e Moradia é uma avaliação parcial do projeto – ainda não definitiva. No entanto, aponta problemas nos empreendimentos do MCMV e a necessidade de reformulação de diretrizes em prol da defesa do direito à moradia englobada pelo direito à cidade, ou seja, territórios urbanos mais justos, menos segregados e mais democráticos.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site caubr

Comentários?

24/11/2014

ARQUITETO PAULO SÉRGIO NIEMEYER PROPÕE PROJETO PARA NOVA CIDADE DE DUQUE DE CAXIAS

O arquiteto Paulo Sérgio Niemeyer, bisneto de Oscar Niemeyer, promoveu na primeira semana de novembro um encontro com representantes do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU-RJ) para debater e discutir soluções urbanísticas para Duque de Caxias, na região Metropolitana do Rio de Janeiro. Em 2012, Paulo Sérgio Niemeyer desenvolveu o projeto Nova Cidade de Duque de Caxias que será apresentado ao prefeito Alexandre Cardoso visando uma transformação nas áreas de urbanismo e mobilidade urbana do município.
Toda essa reformulação, que deve levar cerca de 15 anos para ser concretizada, custará R$ 6 bilhões, contando com investimentos da iniciativa privada. É esperado que o projeto torne o município um atrativo para o estado do Rio de Janeiro e mude o eixo de ocupação da cidade, do entorno da Washington Luís para a Baía de Guanabara.
A Nova Cidade de Duque de Caxias começou a ser desenha por Paulo Sérgio entre 2005 e 2006, quando acompanhou a construção do Teatro Raul Cortez, na Praça do Pacificador, projeto de seu bisavô.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site piniweb

Comentários?

19/11/2014

JARDINS VERTICAIS NO ENTORNO DO MINHOCÃO

Visando diminuir a poluição na região do Minhocão, o grupo Movimento 90º lançou um projeto colaborativo que pretende implementar cerca de oito mil metros quadrados de jardins verticais – o equivalente a um campo de futebol – no entorno da via expressa.

A expectativa é de que as espécies sejam plantadas em 20 empenas cegas de edifícios que beiram o viaduto. Ainda em fase preliminar, a entidade ainda está buscando patrocinadores para viabilizar o projeto, que necessita de um investimento de 850 reais por metro quadrado.

A instalação dos jardins, que funcionam como isolantes térmicos e podem diminuir até 30% da poluição do entorno, depende de patrocínio e da autorização dos condomínios afetados pela ação. Até agora, oito prédios já autorizaram a instalação dos painéis verdes.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site arcoweb

Comentários?

13/11/2014

CIDADES INTELIGENTES ANTECIPAM SOLUÇÕES DE DESENVOLVIMENTO PARA TODAS AS CIDADES

O futuro de qualquer cidade é sustentável e o presente é uma smart city (cidade inteligente, em inglês). Isto porque só haverá futuro possível para qualquer aglomeração humana se ela for sustentável e gerar comportamentos que preservem em pé de igualdade tanto a produção econômica quanto a interação social e a preservação ambiental.

E é em uma smart city que são criadas e testadas soluções urbanísticas que podem ser ampliadas e aplicadas em metrópoles. Maurício West Pedrão, assessor da Superintendência de Desenvolvimento Industrial da Federação das Indústrias da Bahia (Fieb), é um estudioso do tema.

Segundo ele, não há um conceito estabelecido para definir o que é uma smart city. Mas há algumas características que unificam as experiências adotadas por cidades em todo o mundo que as fazem ser classificadas como inteligentes.

A principal é que elas adotam aplicações de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) articuladas entre si para promover a identificação e a solução de problemas urbanos automaticamente. Ou seja, uma solução para um ou dois problemas isolados – que não se comunicam ou se articulam - não torna uma cidade inteligente.

E é aqui que entra o uso massificado da chamada “internet das coisas”. Então, outra característica de uma smart city é uma infraestrutura tecnológica que garanta a funcionalidade e a aplicação de diversos sistemas informatizados, principalmente os baseados em telefonia móvel.


Colaboração do colega José Alexandre



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site correio24horas



Comentários?

07/11/2014

CICLOVIA SOLAR É CONSTRUÍDA NA HOLANDA

SolaRoad, a primeira ciclovia do mundo com aproveitamento fotovoltaico integrado foi construída em Amsterdão, devendo abrir ao tráfego na próxima semana. O pavimento da via é constituído por lajes de betão pré-fabricadas com elementos fotovoltaicos embutidos. A superfície encontra-se protegida por uma camada de vidro temperado rugoso com 1 cm de espessura, que permite manter a translucidez assegurando simultaneamente boas condições de aderência e um adequado comportamento mecânico.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site engenhariacivil

Comentários?


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 »