Notas de "EDUCAÇÃO"

13/02/2015

FÓRUM EM FORTALEZA REÚNE ARQUITETOS E URBANISTAS DA AMÉRICA LATINA

Estão abertas as inscrições para o Fórum Jovens Arquitetos Latino-Americanos (FJAL), que acontece entre os dias 06 e 08 de maio em Fortaleza (CE). A edição deste ano terá o tema “Do edifício ao território” e abordará a relação entre os prédios e as cidades, as interações e os usos que podem gerar ou potencializar na paisagem e no território. O Fórum tem o objetivo de aproximar experiências teóricas e práticas, a fim de incentivar a busca por novas soluções para as áreas urbanas.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site caubr.gov.br

Comentários?

10/02/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SELECIONA
PROFESSORES DE ARQUITETURA

A Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (UFBA) está com inscrições abertas para concursos que vão escolher sete profissionais em diferentes áreas de atuação. As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 20.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site iab.orgbr

Comentários?

22/01/2015

APRENDER E GOSTAR

Recém-lançada, a série de livros “Who Built That?” apresenta e traduz clássicos da arquitetura mundial ao universo infantil por meio de uma linguagem simples e desenhos lúdicos.

As obras são escritas e ilustradas pelo francês Didier Cornille, professor de design e história da Ecole des Beaux-Arts du Mans.

Atualmente, as duas edições já publicadas abrangem as temáticas “Edifícios” e “Residências Modernas”, que reúnem diversos projetos icônicos concebidos nos últimos 100 anos, além de biografias de arquitetos renomados como Louis Sullivan, Mies van der Rohe, Jean Nouvel, Frank Gehry e Shigeru Ban.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site arcoweb


Comentários?

27/11/2014

CAAU/CERES LAGUNA E A ESPACIALIZAÇÃO DA
CULTURA NAS CIDADES

O Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Laguna, terá a palestra gratuita "Processo de Pesquisa em Urbanismo: Espacialização da Cultura nas Cidades" nesta quinta-feira, 27, às 18h.

O evento organizado pelo Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo (Caau), da Udesc Laguna, trará o arquiteto e urbanista Lucas Reitz, que se formou na universidade com o trabalho "Caminhos do Rosário: Intervenção na Paisagem do Morro do Rosário em Laguna".

Atualmente, o egresso é mestrando em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e está desenvolvendo a dissertação "Experiências sobre a cidade através das representações nas mídias sociais".



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site udesc.br


Comentários?

24/11/2014

ESTUDANTES BRASILEIROS GANHAM CONCURSO NA FRANÇA

Dois estudantes de Minas Gerais venceram o prêmio principal de um concurso de inovação na indústria automobilística na França no mês passado. Alexandre Marques Bemquerer, de 25 anos, e Ana Carla de Sá Campos, de 26, superaram mais de 960 equipes e receberam um prêmio de 100 mil euros (cerca de R$ 320 mil) na primeira edição do Desafio de Inovação da Valeo (VIC, na sigla em inglês), promovido pela fornecedora de peças de automóveis francesa.

O concurso pediu aos candidatos que criassem protótipos "que façam os carros mais inteligentes e intuitivos até 2030". O projeto da dupla brasileira focou na melhoria do que Alexandre classificou como "o coração" do carro: a transmissão de marchas e o motor. "É um modelo de câmbio automático para carros, baseado em um novo modelo transmissão continuamente variavel [CVT, na sigla em inglês], que proporciona uma melhora significativa na performance do veículo, além de otimizar o consumo de combustivel e reduzir as emissões de CO²"



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site g1.globo

Comentários?

06/11/2014

E SE OS PROFESSORES TIVESSEM SALÁRIOS MELHORES?

Todos sabem que um grande professor consegue mudar a vida de um estudante, seja de histórias da vida real ou de filmes inspiracionais. E um dos fatores mais importantes para melhorar a condição das escolas é ter professores de qualidade. Mas se professores de alta qualidade são tão valiosos, porque nós não pagamos mais para esses profissionais?

Uma escola em Manhattan, NY, resolveu conduzir um experimento radical corrigindo isso. Nos EUA professores recebem no máximo entre R$ 159.000 e R$ 189.000 por ano, enquanto advogados, banqueiros ou programadores ganham mais de R$ 250.000 em seus primeiros anos. Através do Projeto Equidade, nos últimos cinco anos, os professores dessa escola vem recebendo R$ 312.000, além de bônus extra baseado em perfomance. Eles também eram cobrados mais: maior carga horária, classes e aulas mais longas e mais treinamento e especializações profissionais.

O resultado? De acordo com o Wall Street Journal, um estudo comparou os 480 alunos da escola com estudantes de outras escolas com mesmo resultado nos testes iniciais, e com mesmos fatores demográficos. Após quatro anos do experimento, o avanço dos alunos em matemática, por exemplo, foi equivalente a um ano e meio a mais de estudo em relação às outras escolas.

Mas o caminho não foi só de flores. Um dos maiores problemas foi manter os professores. Dos 43 que chegaram ao fim do processo de entrevista e entraram no projeto, apenas 47% duraram mais que um ano, número bem maior considerando que a diminuição das outras escolas foi de apenas 27%. E apesar dos alunos do Projeto Equidade terem se saído melhor do que a média, apenas 43% tiveram resultados positivos nos testes de matemáticas (a média é 26%).

Entre os esforços feitos pela escola, um deles foi diminuir o salário do diretor em um esforço de criar um modelo financeiro sustentável, sem a ajuda de funtos privados. Tudo para encorajar a presença dos melhores professores. Apesar da incerteza da eficácia do projeto em escala mundial, o que fica claro do experimento é que salário justo para bons professores pode ser uma simples, mas poderosa, solução para a educação brasileira.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site administradores


Comentários?

13/10/2014

ESTÁGIOS EM ARQUITETURA E URBANISMO
CAMPANHA NACIONAL DA FENEA

Arquitetura e Urbanismo é uma disciplina fundamentalmente teórico-prática onde o projetar e construir são vínculos profundos no objeto da arquitetura. Para que tal aprendizado seja possível, Faculdades e Estágios são atividades importantes para nossa formação, enquanto a academia nos traz a profundidade teórica ,a atividade de trabalho nos estágios nos coloca mais próximos da realidade profissional, complementando-se.

Apesar disso, a situação dos estágios em Arquitetura e Urbanismo no Brasil não parece ser satisfatória. Infelizmente, o que nós encontramos , via de regra, é trabalho mal pago e pouco complementar a nosso conhecimento acadêmico. Ocorre que hoje a maior parte dos escritórios baseiam-se na exploração do trabalho estagiário, seja pela realização de atividades de criação ou pelo mero desenhismo, como forma de redução do custo de projeto final ou maior lucro. Se por um lado as entidades profissionais falam em reconhecimento da categoria dos profissionais Arquitetos e Urbanistas e valorização do objeto de trabalho pelo pagamento do preço efetivo, quando se trata de estágios em arquitetura o discurso silencia. Para piorar, dada a expansão do ensino superior público e privado, hoje o trabalho de estágio representa uma fonte de renda significante para estudantes que acabam por priorizar a atividade no escritório, se dedicando menos aos estudos acadêmicos.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site caudf

Comentários?

06/10/2014

CENTRO ACADÊMICO DO CERES/UDESC - LAGUNA SC.
SENSACIONAL SEMANARQ

Centro Acadêmico da Arquitetura e Urbanismo do CERES/UDESC em Laguna SC promoveram sensacional VI SEMANARQ. Vale conferir o vídeo.



Comentários?

25/09/2014

CÍRCULO DA MATEMÁTICA

Uma nova proposta do ensino da matemática chegou a 7 mil alunos dos primeiros anos do ensino fundamental de 66 escolas públicas em 10 cidades brasileiras. É o Círculo da Matemática, uma pedagogia desenvolvida pelos professores Bob e Ellen Kaplan, da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, e trazida para o Brasil pelo Instituto Tim. A base das aulas é uma reta numérica onde são ensinadas as operações e conceitos matemáticos. "Quais são números pares, e os ímpares, e os primos?", questiona a professora, enquanto os alunos disputam para respondê-la.
As aulas do círculo não substituem as da grade curricular de matemática das escolas, ou seja, são aulas extras e ocorrem uma vez por semana para cada turma. O objetivo é desenvolver o raciocínio das crianças, fazer com que elas pensem, esqueçam as fórmulas e a decoreba e acima de tudo aprendam a gostar de matemática. Tem funcionado. “Gosto de matemática porque é divertido, as pessoas que acham chato é porque não conhecem os números”, diz Maria Clara Barbosa Rodrigues, de 7 anos, aluna do 2º ano.
O principal lema que define a metodologia dos professores Kaplan de Harvard é “diga-me e esquecerei, pergunte-me e descobrirei.” Nas aulas, faz parte da metodologia chamar as crianças sempre pelos nomes e incentivá-las a entrar nas discussões.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site g1.globo

Comentários?

19/09/2014

SEMANARQ - CERES - LAGUNA-SC

Comentário do Ênio Padilha

Com muita satisfação apresentarei, nesta sexta-feira, dia 19, a palestra TAREFAS E RESPONSABILIDADES NUM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA.


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 »