Notas de "NA MINHA FRACA OPINIÃO"

15/06/2014

HOUVE UM TEMPO EM QUE O MEU SONHO ERA
SER TRATADO COMO BRANCO

(Publicado em 15/06/2014)



Eu nasci negro. E pobre (muito pobre). Até meus sete anos de idade não tinhamos eletricidade em casa. Água encanada só lá pelos 10 anos. Geladeira, fogão a gás, banheiro dentro de casa... tudo isso foram coisas que eu só conheci quando já tinha 11 ou 12 anos.

Meu pai era um negro trabalhador. Minha mãe era uma cabocla guerreira. Eles deram a mim (e aos meus seis irmãos) a educação e o caráter. Não tiveram a oportunidade de nos dar a formação de nível médio nem universitária. Minha família me manteve na escola apenas até a quinta série do primário. Daí pra frente (depois de três anos sem estudar, trabalhando para ajudar na renda da família) fiquei por minha própria conta.

Era um tempo difícil (início dos anos 1970), um tempo em que não era fácil ser negro no Brasil. As oportunidades eram mínimas. Negro que não sabia o seu lugar recebia severas sanções sociais (ouso dizer aqui que só quem é negro e viveu naquela época sabe do que eu estou falando).

Naquela época, meu sonho sempre foi "ser tratado como branco". Porque branco era tratado com respeito e tinha oportunidades e reconhecimento.
Vislumbrei um caminho: estudar e me tornar alguém produtivo e respeitável.

Dediquei toda a minha juventude aos estudos, sem cotas e sem privilégios. Abri mão de inúmeros atalhos e armadilhas. Me formei engenheiro, abri meu escritório, casei, tive filhas, dei a elas boa educação, fiz especialização, fiz mestrado, dediquei esforços pessoais para obter algum nível de excelência no que eu faço. Tenho uma atividade produtiva, gero empregos e pago impostos (muitos impostos).

Posso dizer que alcancei o meu objetivo: hoje sou tratado como um branco. O meu governo me reconhece como um branco. Faço parte da elite branca e reacionária que discorda do PT e dos seus métodos. Sou culpado pelas mazelas do país. Sou o bode expiatório que o Sr. Lula sempre evoca para exorcizar tudo o que há de errado no Brasil.

Em momento algum eu concordei com os xingamentos à presidente no dia da abertura da Copa (disse isso algumas vezes). Mas discordo ainda mais das palavras raivosas do ex-presidente Lula dirigidas à nós, da classe média (brancos e negros, como eu).

Trabalhar, ser produtivo, gerar empregos e pagar os impostos não retornáveis do Brasil não nos dá nenhum privilégio. Lula quer que a gente se sinta envergonhado de ser o que somos. Quer que a gente seja açoitado moralmente. O seu discurso em defesa da presidente foi um comando para a militância: senta o pau nesses caras brancos, com diploma universitário e algum recurso financeiro! Eles são o câncer desse país!

Nosso ex-presidente (e líder de muitos amigos meus) é um desagregador, racista e grosseiro. Deveria se inspirar em Nelson Mandela que, depois de 27 anos sofrendo nas mãos da elite branca sul africana teve a grandeza de jamais pregar a separação, a vingança ou a segregação do povo no seu país.

Mas... quem nasce para Luiz Inácio nunca chegará a Mandela. Infelizmente.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br



---Artigo2014

Deixe AQUI seu comentário:

21/02/2014

FACEBOOK E WHATSAPP

Alguém pode me esclarecer uma coisa? O Whatsapp tem 450 milhões de usuários. Na melhor das hipóteses, cada usuário rende US$ 0,99 por ano ao aplicativo. E não ganha dinheiro com publicidade (e o Zuckerberg disse que vai manter assim). O Facebook, ao investir 19 bilhões de dólares na compra do Whatsapp teria o retorno do investimento em aproximadamente 40 anos... Isso sem considerar os custos de manutenção do aplicativo.

Qual foi a parte dessa transação que eu não entendi direito? Considerando que o Facebook não pode desativar o Whatsapp - já que o que conta é o modelo do negócio e não o nome do concorrente, em que universo a compra do Whatsapp é um bom negócio?


Só pra deixar claro: eu acredito que o negócio é bom para o Facebook. Afinal, eles não são de rasgar e queimar dinheiro. Não estou insinuando nada nem duvidando. Minha dúvida é genuína. Eu não entendi qual é a vantagem do Facebook nesse negócio.

Deixe sua explicação abaixo, nos comentarios:


« 1 2