Notas de "ENGENHARIA"

23/08/2018

CONFEA SE POSICIONA PELA RECONSTRUÇÃO ÉTICA DO PAÍS

(Publicado em 23/08/2018)



Entre profissionais, estudantes, pesquisadores, cientistas e lideranças classistas, cerca de 3 mil pessoas prestigiaram, na noite desta terça-feira (21/8), a abertura da 75ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia – a primeira da atual gestão do Confea. Empossado em janeiro último, o presidente Joel Krüger destacou, em seu discurso de abertura, a importância do diálogo com os diversos órgãos do governo e outras instituições. “Precisamos mostrar que a nossa engenharia, nossa agronomia, nossas geociências são alavancas propulsoras do desenvolvimento nacional e precisam ser respeitadas e ouvidas”.



Para obter mais informações visite confea

Comentários

15/08/2018

UMA PONTE NÃO CAI POR UMA ÚNICA CAUSA

(Publicado em 15/08/2018)



Todos sabem. Eu já disse isso dezenas de vezes: eu adoro pontes. Considero a ponte um símbolo perfeito do trabalho do engenheiro (qualquer engenheiro, de qualquer área).
Eu sempre digo que Engenharia é a arte de construir pontes. Ou seja: encurtar uma distância ou reduzir um esforço.
Por isto uma tragédia como esta que ocorreu ontem (14/08/2018) em Gênova, na Itália, me deixa muito triste. Porque representa, em alguma medida, uma tragédia da Engenharia.





Ontem passei o dia procurando por notícias do acidente, nos portais de notícias do Brasil e de outros países.

O que temos de FATOS:

• Um trecho de cerca de 100 metros da ponte Morandi, em Gênova, no noroeste da Itália, desabou na manhã de terça-feira, dia 14/08/2018.
• A ponte foi construída na década de 1960.
• A ponte foi projetada pelo engenheiro italiano Riccardo Morandi. Outras pontes semelhantes foram projetadas pelo mesmo engenheiro na Líbia e na Venezuela
• A ponte da Venezuela também teve um pedaço que caiu, matando algumas pessoas. Esse desastre aconteceu em 1964 (logo depois que a ponte foi inaugurada) e foi deflagrado pela colisão de um navio contra uma das pilastras.
• A estrutura da ponte de Gênova desabou de uma altura de aproximadamente 100 metros.
• A ponte passava por obras de reforço de sua estrutura. Esse trabalho havia sido iniciado em 2016.
• Até a manhã do dia seguinte 39 pessoas foram dadas como mortas na tragédia (entre elas, três crianças). 16 pessoas ficaram feridas, sendo 12 em estado grave.
• Mais de 400 pessoas de 11 prédios vizinhos tiveram de ficar fora de casa após o desastre, até que a defesa civil avaliasse os riscos.
• A empresa concessionária da ponte, Autostrade per I’Italia, faz parte do mesmo grupo que também detém a concessão de algumas estradas no Brasil.


Pelo que eu li e ouvi de engenheiros especialistas, uma ponte (assim como um avião) não cai por um único motivo. Existem sistemas redundantes de segurança. É preciso uma cadeia de erros ou negligências para que um desastre como esse aconteça.

Pode haver
(1) Erro de estudo de solo (realizado por engenheiros)
(2) Erro de projeto (feito por engenheiros)
(3) Erro de execução (comandada por engenheiros)
(4) Uso de material inadequado (especificados e fiscalizados por engenheiros)
(5) Patologias (podem ser detectadas por engenheiros especialistas)
(6) Eventos naturais excepcionais (terremotos, furacões, descargas atmosféricas, etc) (são previstos nos projetos pelos engenheiros projetistas)
(7) Sobrecarga excepcional (são evitadas por engenheiros responsáveis pela manutenção das obras)

Um desastre como este não ocorre de uma hora para outra. Ele manda avisos: fissuras, rachaduras, barulhos estranhos… que podem ser detectados e interpretados por especialistas em patologias. No caso específico da ponte de Gênova, havia relatos dos moradores próximos sobre barulhos estranhos vindo da estrutura da ponte.

Por isto, antes de qualquer análise, podemos afirmar sem medo de errar: o que aconteceu em Gênova foi, sim, resultado de algum erro de Engenharia. Infelizmente.

Isto é uma coisa que é da natureza do exercício da Engenharia. A responsabilidade pela consequência.
Um engenheiro não é pago para fazer o melhor que pode. Ele não é pago para tentar fazer o prédio ficar de pé. Fazer o que for possível para que o avião voe ou que o navio flutue. O engenheiro tem responsabilidade pelo resultado. O trabalho dele tem consequência objetiva.

Ser engenheiro não é nada fácil. Definitivamente, não é para os fracos.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br




DIVULGAÇÃO




---Padilha, Ênio. 2018

Deixe aqui seu comentário

14/08/2018

PROFISSIONAIS CATARINENSES RECEBERÃO AS HONRARIAS DO
MÉRITO NACIONAL

(Publicado em 14/08/2018)



O Eng. Civil e Seg. Trab. Gelásio Gomes, presidente da CredCrea - Cooperativa de Crédito dos Profissionais do CREA-SC, e o Eng. Civil Olavo Fontana Arantes, serão homenageados com a Medalha do Mérito e Inscrição no Livro do Mérito Nacional, respectivamente. O evento acontece durante a abertura da 75ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), no dia 21/08/2018, em Maceió (AL).

Os nomes dos homenageados foram aprovados na sessão plenária nº 1458. Serão 12 profissionais com a Medalha do Mérito Nacional, 12 profissionais com Inscrição no Livro do Mérito, e ainda, três entidades com Menção Honrosa.



Para obter mais informações visite crea-sc

Comentários

14/08/2018

TRAGÉDIA EM GÊNOVA

(Publicado em 14/08/2018)



Queda de ponte deixa mortos em Gênova, na Itália





Acompanhe as notícias nos links abaixo:

PORTAL G1

PORTAL CNN

Deixe aqui seu comentário

07/08/2018

EDIFÍCIO DE 360 METROS DE ALTURA INCORPORA
ESTRUTURA DE GLULAM

(Publicado em 07/08/2018)



O gabinete chinês MAD divulgou imagens da sua proposta para a competição de design de edifícios, “Southbank by Beulah“, que visava o dimensionamento de um arranha-céus no centro financeiro da cidade de Melbourne. O projeto da MAD propõe a construção de uma torre de uso misto com 360 metros de altura e fachadas em vidro e madeira laminada colada, um material vulgarmente conhecido por “Glulam“.



Para obter mais informações visite engenhariacivil

Comentários

06/08/2018

PALESTRA: AS CRISES ECONÔMICAS E O MERCADO DA ENGENHARIA - AREA PIRASSUNUNGA

(Publicado em 16/07/2018)



Comentários

31/07/2018

PONTE DOURADA

(Publicado em 31/07/2018)



Chama-se “Ponte Dourada” e é uma peculiar obra-de-arte pedonal, recentemente construída na cordilheira montanhosa de Ba Na, na zona de Da Nang, no Vietname. É caracterizada por possuir uma das secções do tabuleiro de 150 metros de comprimento, aparentemente suportada por duas gigantescas mãos de pedra. A ponte, situada a cerca de 1400 metros de altitude, oferece aos visitantes vistas únicas sobre o Parque Natural de Thien Thai.



Para obter mais informações visite engenhariacivil

Comentários

24/07/2018

CONFEA E ORDEM DOS ENGENHEIROS DE PORTUGAL DEBATEM AVANÇOS PELA RECIPROCIDADE

(Publicado em 24/07/2018)



O presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Joel Krüger, considera que a reunião mantida com a Ordem dos Engenheiros de Portugal – OEP, proporcionará avanços para a execução do termo de reciprocidade firmado entre as duas entidades em 2015 e operacionalizado desde 2016. Entre eles, propostas de avanços nos procedimentos de registro recíproco e de utilização do Acervo Técnico como incremento das competências profissionais para os profissionais brasileiros que visam o nível sênior na OEP.

“A OEP utilizará a plataforma brasileira de ART e CAT com vistas à equalização de documentos e de procedimentos. No Fórum de Presidentes, compareceram diversos profissionais brasileiros, acolhidos pelo Termo de Reciprocidade. Esclarecemos dúvidas e recebemos sugestões de melhorias nos procedimentos para os dois órgãos”, destaca Krüger. Ambas entidades firmarão o aditivo ao Termo de Reciprocidade na reunião que ocorrerá em novembro no Brasil.



Para obter mais informações visite confea

Comentários

19/07/2018

CURSOS DE ENGENHARIA SERÃO REESTRUTURADOS;
PROPOSTA É ANALISADA PELO CNE

(Publicado em 19/07/2018)



Proposta de reformulação dos cursos da área está em análise no CNE com o objetivo de trazer mais flexibilidade, prática, inovação e empreendedorismo às formações do setor. Mudanças, se bem aplicadas, poderão ajudar a melhorar o índice de competitividade do país, além de aumentar a empregabilidade de egressos

Os recém-formados em engenharia engrossam os números do desemprego brasileiro, que atinge 13 milhões de pessoas. A construção civil, a indústria e os projetos de empreiteiras têm sido bastante afetados pela crise. Como resultado, muitas pessoas que enfrentaram pelo menos cinco anos nos bancos da faculdade terminam no desemprego ou no subemprego depois da formatura.



Para obter mais informações visite correiobraziliense

Comentários

13/07/2018

AVANÇA CONSTRUÇÃO DE UM DOS MAIORES AEROPORTOS DO MUNDO

(Publicado em 13/07/2018)



O consórcio formado pela Foster + Partners e pelo gabinete nova-iorquino FR-EE divulgou novas imagens do projeto de construção do novo Aeroporto Internacional da Cidade do México, atualmente em execução. A massiva infraestrutura aeroportuária de 13 mil milhões de dólares será uma das maiores do mundo quando concluída, estando em curso a construção de 6 pistas e um terminal de passageiros com cerca de 560 mil metros quadrados.



Para obter mais informações visite engenhariacivil

Comentários


« 1 2 3 4 5 6 7 8 »