Notas de "ADMINISTRAÇÃO - GERAL"

23/07/2018

A RELAÇÃO ENTRE O ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA
E O ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE


(Publicado em 10/01/2014)



A constituição de um escritório de Arquitetura ou de Engenharia como uma Sociedade Ltda segue, em linhas gerais, os mesmos caminhos da constituição de qualquer empresa. O primeiro passo é a contratação de um contador.

Responsabilidades do Escritório de Contabilidade:
(Ao contratar o contador, o profissional deverá garantir que os seguintes serviços sejam cobertos pelo valor a ser pago mensalmente)

A - Instalação da Empresa
1) Registro da empresa na Junta Comercial
2) Registro da Empresa no Ministério da Fazenda (CNPJ);
3) Obtenção de todos os alvarás e licenças
4) Providenciar impressão dos blocos de notas fiscais
5) Providenciar documentação para abertura de conta em banco

B – Manutenção Mensal
1) Elaboração da folha de pagamento
2) Fazer o Registro Contábil das Notas Fiscais emitidas pela empresa
3) Emissão das guias e Formulários para pagamentos de impostos e obrigações sociais e trabalhistas
4) Pagamento dessas contas, nos bancos, com dinheiro previamente fornecido pela empresa

C - Manutenção Anual
1) Declaração do Imposto de Renda da Empresa
2) Providências para renovação de alvarás e licenças

(Ao contratar o contador, o profissional deverá garantir que os seguintes serviços sejam fornecidos, ainda que o pagamento seja feito como extra ao contrato mensal)
1) Declaração do Imposto de Renda dos Sócios
2) Montagem de livros e protocolos

O profissional de Engenharia ou Arquitetura deve ter em mente que o contador (o Escritório de Contabilidade) é um FORNECEDOR. Um dos PRINCÍPIOS da empresa deve tratar da maneira como deve ser o relacionamento com os fornecedores. Sugiro cuidado para não APERTAR demais os fornecedores, forçando-os a fazer negócios que acabarão sendo ruim para eles. Os negócios devem ser bons para todas as partes envolvidas.

O Escritório de Contabilidade é um fornecedor estratégico e deve ser escolhido com essa visão. Em outras palavras, tudo deve ser bem combinado, mas as condições de contrato devem ser interessantes pra o Escritório de Engenharia/Arquitetura e também para o Escritório de Contabilidade.

A declaração de imposto de renda (pessoa física), por exemplo: esse é um momento (a época da declaração do imposto de renda) em que os escritórios de contabilidade podem ter uma renda extra. Por isso, entendo que é obrigação do Escritório de Contabilidade aceitar esse serviço e até dar prioridade aos seus clientes regulares. Mas entendo que é razoável que esse serviço seja cobrado como extra e não incluído como parte do contrato.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br




Este artigo é baseado no capítulo 11 do livro ADMINISTRAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA. 2ª ed. Balneário Camboriú: 893 Editora, 2014. pág. 48 - 49



---Artigo2014 ---Administração

Deixe AQUI seu comentário:

01/03/2018

COMO SE PREVENIR DAS AÇÕES DA CONCORRÊNCIA
Rodrigo Collino

Muitas vezes ouço de pequenos e médios empresários e seus funcionários que “estão vivendo tempos difíceis devido à concorrência”, e os principais motivos são a guerra de preços e o roubo de talentos entre empresas.

Neste momento, devemos colocar em perspectiva a estratégia da empresa somada ao entendimento do mercado em que está inserido – e é aqui onde entra o conhecimento da concorrência. Percebo que muitas PMEs ainda não fazem benchmarking com a frequência que seu negócio demandaria, e com isso perdem espaço de mercado, ficando engessados em práticas que rapidamente se tornam obsoletas e abrindo espaço para que seus clientes externos (consumidores) e internos (funcionários) troquem de fornecedor / empregador.

Quais são os seus principais players de mercado? O que eles têm feito que você mais admira? E quais ações eles têm tomado que hoje você ainda não compreende? Como você conversa e mantém contato com seus concorrentes? Quais oportunidades seus concorrentes estão desprezando no mercado atual, e da qual você poderia se beneficiar caso sua empresa investisse nela?



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site administradores

Comentários?

28/02/2018

PEQUENAS ATITUDES QUE VÃO AJUDAR VOCÊ A
GERENCIAR MELHOR O SEU TEMPO
Eduardo Sehnem Ferro

Com certeza uma das principais reclamações do ser humano nos dias de hoje é a falta de tempo para fazer tudo que gostaríamos. Temos a sensação de que a vida está passando rápido demais e que acabamos por muitas vezes deixando de fazer coisas importantes na vida.

Administrar o tempo na época em que vivemos se tornou algo totalmente indispensável e necessário. É fato que não existe fórmulas mágicas que irão resolver o problema da falta de tempo do dia para a noite, porém tornar habituais algumas pequenas atitudes pode ajudar a ter uma vida com mais equilíbrio e mais foco em atividades importantes.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site administradores

Comentários?

26/09/2017

ADEUS, ESTABILIDADE: POR QUE O RISCO VALE MAIS A PENA
Mayara Chaves

(Publicado em 26/09/2017)



Ser formado em uma área e, de repente, optar por outra carreira. Ou ainda, ter vários anos dentro de uma empresa e depois sair para investir em um negócio próprio. As duas situações podem não ser novidade nas idas e vindas de um profissional dinâmico. No entanto, nem todo mundo tem coragem para enfrentar o desconhecido ou enveredar por um segmento que seja diferente daquele que se preparou por anos a fio.

Alguns profissionais perdem grandes oportunidades por não se considerarem prontos para o desafio.



Para obter mais informações visite administradores

Comentários

25/09/2017

ONDE ESTÃO SEUS CLIENTES? (Leonardo Posich)

A célebre frase imperativa "a crise é um grande evento, e nossa empresa decidiu não participar" tem sido comumente usada por empresários formadores de opinião, que expressam um desejo intrínseco de mudança.

De fato, quem é empresário sabe a importância de levantar cedo e correr atrás do seu cliente, ao invés de esperar que ele bata à sua porta. Lembre-se: o sucesso mais depende da sua atitude do que do seu próprio conhecimento, já dizia Napoleon Hill em seu best-seller "Quem Pensa Enriquece".

Tempos atrás, conversando com a gerente do banco do qual sou cliente, indaguei-lhe como estava a liberação de crédito. Subitamente, respondeu: "fraca, tendo em vista a baixa confiança em nossos devedores".

Levantei outras questões em nossa conversa para que refletisse um pouco mais acerca do que estamos vivendo hoje no Brasil: tendo em vista as necessidades que todos nós temos ilustradas no famoso triângulo de Maslow, você acha que as pessoas deixarão de comprar comida, pagar aluguel ou se divertir?

Seus olhos saltaram como se acordasse de um estado de transe ou letargia, e acredito que muitos brasileiros (desesperançosos) também estejam vivendo nesse estado, e bem por isso, devemos abrir nossa mente e acordar para algo que não deixará de existir. Ou seja, nós continuaremos consumindo produtos e serviços, seja em alta ou baixa escala, e o dinheiro continuará circulando bem como as negociações, que continuarão sendo firmadas.



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site dministradores

Comentários?

19/09/2017

3 TRUQUES PARA SER UM NEGOCIADOR DE SUCESSO

(Publicado em 07/06/2017)



Engenheiros e Arquitetos estão sempre lidando com negociações e para ser bem sucedido, você precisa ter a consciência de que o processo não é uma ação de "custe o que custar".

Confere lá no artigo escrito por Enio Klein, especialista em vendas publicado no dia 06/06/2017 na exame.abril



Para obter mais informações visite exame.abril

Comentários

11/08/2017

ALGUNS MOTIVOS QUE LEVAM A SOCIEDADE EMPRESARIAL
A NÃO DAR CERTO
André França

Recentemente me atrevi a começar um negócio e quatro meses depois perdi um amigo, parte do investimento e as esperanças de que um negócio pode dar certo.

Alguns meses depois de analisar tudo o que aconteceu, quais foram os erros, que atitudes tomar na hora das adversidades, dentre outros, percebo que alguns pontos importantes são comuns para que uma sociedade não dê certo.

Um dos pontos a se observar é o de que deve-se começar um negócio que tenha amplo conhecimento ou, caso não tenha, é bom buscar tais informações antes de começar a fim de planejar com cuidado cada passo a ser dado.

O planejamento errado, ousado demais ou a falta de ousadia são fatores negativos para o sucesso de qualquer empreendimento, não só o desta modalidade.

A falta de um contrato ditando direitos e deveres, valor de investimento dentre tantos outros detalhes de cada parte, pode acabar com um negócio antes mesmo de ele começar. Um exemplo claro disso seria um apontar que a obrigação por determinada tarefa é de tal pessoa, e não sua.

As obrigações e responsabilidades devem ficar sempre claras e não precisam ser relembradas a todo momento. Cada um deve saber o que é de sua responsabilidade.



Continue a leitura clicando sobre a imagem ou AQUI.

Comentários?

10/08/2017

5 DICAS PARA TURBINAR SUA EMPRESA COM MELHOR
PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Manter a estrutura financeira organizada e equilibrada é o primeiro e o mais importante desafio do empreendedor. Para isso, ele deve contar não apenas com as ferramentas tradicionais de controle e planejamento, mas também com a tecnologia e estratégias de negociação.

Esses fatores, quando combinados, fazem com que o planejamento aconteça de forma mais simples e barata que o imaginado por muitos. Impor disciplina nos gastos e atenção a toda movimentação financeira é o segredo das empresas saudáveis.

O Administradores selecionou 5 maneiras de melhorar o planejamento financeiro da empresa e evitar problemas futuros. Confira:



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site administradores

Comentários?

17/07/2017

VOCÊ PLANEJOU SUA CARREIRA OU APENAS SEGUIU TRABALHANDO, ESPERANDO QUE ALGO ACONTECESSE?
Denilson Giungi

Gerenciamento de carreira não é uma ciência exata e um bom planejamento contribui bastante para conseguir alcançar seu objetivo, além de preparar você para superar eventuais "fracassos"

Tudo em sua vida é sua responsabilidade, inclusive sua carreira!

Você é o que merecer ser!

Você tem o que merece ter!

Você está onde merece estar!

As afirmações acima são duras e, inicialmente, há uma certa resistência em você aceitá-las. Entretanto, se analisar racionalmente, verá que não há do que reclamar. Se planejou e está satisfeito, precisa continuar planejando. Se planejou e os resultados não foram os esperados, precisa rever o planejamento com urgência. Se não planejou, apenas trabalhou contando com a sorte na esperança de que algo acontecesse e precisa começar a planejar com urgência. Nos dois últimos casos, ainda há tempo!

Continue a leitura...



Clique sobre a imagem ou AQUI para obter mais informações no site administradores

Comentários?

01/05/2017

ADMINISTRAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA
(3ª Edição - Janeiro de 2017)

Os bastidores dos negócios bem sucedidos: do processo de escolha dos sócios à determinação dos preços (passando pelo treinamento dos empregados, sistematização de processos,controle financeiro e Marketing)

ÊNIO PADILHA
3ª ed. 2017 - 200 páginas
ISBN 978-85-62689-80-2 - OitoNoveTrês Editora

Apresentação: Ricardo Meira (Arquiteto, Quadrante Arquitetura, Brasília)
Prefácio: Rodrigo Bandeira-de-Melo (Engenheiro e Professor da FGV, SP)




POR QUE LER?



Este livro foi produzido durante 9 anos (entre 2004 e 2012). Contém o resultados de pesquisas e estudos feitos pelo autor em escritórios de Arquitetura e de Engenharia em todo o Brasil e também a experiência de colegas arquitetos e engenheiros debatidas no curso "Como Organizar e Administrar Escritórios de Arquitetura e de Engenharia" que foi apresentado em mais de 30 cidades de quase todos os estados brasileiros entre 2005 e 2011 (a partir de 2012 o curso recebeu novo conteúdo e passou a ter o título de "Administração de Escritórios de Arquitetura e de Engenharia").

Nesta terceira edição o livro recebeu um tratamento especial. Foi eliminado um capítulo e acrescentado outros três. O livro ganhou 25 páginas e foi totalmente revisado, atualizado e ampliado.

O objetivo do trabalho é dar ao leitor os conhecimentos básicos de Administração para (à partir do zero) fazer o planejamento, a organização, a instalação e a sistematização do seu escritório, obtendo eficiência na gestão e eficácia nas estratégias.

Para isto optou-se por dar ao livro uma seqüência de conteúdo que vai da discussão sobre o Empreendedorismo (primeiro capítulo) até as questões sobre os diferenciais competitivos que levam à Vantagem Competitiva (no último capítulo, sobre Marketing).

Do segundo ao penúltimo capítulo o leitor se encontrará com um panorama geral sobre as Teorias da Administração (desde Taylor e Fayol até os nossos dias), informações (instrucões) para planejar e executar a abertura do escritório, e todas as tarefas, obrigações e responsabilidades do Administrador do Escritório nas quatro grandes áreas da Administração (Produção, Recursos Humanos, Financeiro e Mercado).

A Administração Financeira recebeu uma atenção especial, tendo sido dedicado a ela quatro dos doze capítulos do livro (60 páginas). São tratados, detalhadamente todos os custos de abrir um escritório, mantê-lo em operação e produzir serviços. Também é tratada a questão da remuneração do profissional e como separar as retiradas feitas à título de pro labore, remuneração por serviços técnicos e distribuição de lucros.

Um dos quatro capítulos é dedicado a discutir as formas de precificação mais utilizadas pelos profissionais e apresentar um novo modelo, baseados nos custos do escritório, na produtividade, na expectativa de lucro e também no "Fator K", determinado pelos diferenciais competitivos do escritório.

Boa leitura, bom trabalho e bons negócios.

OitoNoveTrês Editora






SUMÁRIO



1 O DIA EM QUE EU ABRI O MEU ESCRITÓRIO DE ENGENHARIA
• Meu primeiro Escritório
• O Empreendedor, o Técnico e o Gerente (a metáfora, de Michael Gerber)

2 EMPREENDEDORISMO
• Características de um empreendedor
• Pode uma pessoa sem as características de um empreendedor tornar-se
um bom empresário?

3 AS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO
• Tudo começou com Taylor
• Teoria da Administração Científica
• Teoria Clássica da Administração
• Teoria das Relações Humanas
• Teoria da Burocracia Estruturalista
• Teoria Neoclássica
• Teoria Comportamental
• Teoria dos Sistemas na Administração
• Teoria da Contingência
• Além das Teorias
• Conclusões deste capítulo

4 A CRIAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE ENGENHARIA/ARQUITETURA
• Modelo de Negócio
• A sociedade entre profissionais
• Crenças Valores e Princípios
• A divisão das cotas entre os sócios

5 QUANTO CUSTA ABRIR UM ESCRITÓRIO
• Recursos de Capital Material
• Recursos de Capital Organizacional
• Recursos de Capital Humano
• Capital Social Inicial


6 TAREFAS E RESPONSABILIDADES
• O escritório dos sonhos
• As tarefas de um escritório
• Tarefas Técnicas
• Tarefas Administrativas
• A pirâmide das tarefas
• Conclusões preliminares
• Cargos e Funções
• O administrador profissional

7 O PASSO-A-PASSO PARA A CRIAÇÃO DO ESCRITÓRIO
• A contabilidade da empresa
• Responsabilidades do escritório de contabilidade
• O papel dos contadores na sobrevivência das micro e pequenas ampresas (Cláudio Raza)
• O Contrato Social
• O registro da empresa

8 AS ÁREAS DA ADMINISTRAÇÃO
• Uma introdução ao estudo das grandes áreas da Administração

9 ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO
• O conceito de Administração da Produção
• Tarefas do Administrador da Produção
• Produtos de um Escritório de Arquitetura/Engenharia
• Projeto
• Consultoria e Assessoria
• O que precisa ser administrado
• O processo de transformação de insumos em produtos
• Sistematização de Processos (o desenvolvimento dos Algoritmos)
• Algoritmo de Tarefa
• Algoritmo de Serviço
• Ferramenta de Gestão (Ordem do Dia)
• Arranjos de Espaço Físico
• Manual Interno de Procedimentos Operacionais
• Definição do perfil das pessoas para a equipe de trabalho
• Definição do escopo dos produtos do escritório (o que deve estar
incluído no serviço oferecido ao mercado)
• Determinação do tempo necessário para a realização de cada serviço
oferecido ao mercado

10 ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS
• Os conceitos de Administração de Recursos Humanos
• As Tarefas do Administrador de RH
• Quem precisa de empregados
• Tarefas e rotinas operacionais de um escritório
• Por que arquitetos e engenheiros relutam tanto
em contratar uma secretária?
• Qual é o jeito certo de contratar uma secretária?
• O que o empregado quer (ou espera) do seu escritório
• O que o seu escritório deve querer (ou esperar) dos seus empregados
• O treinamento dos empregados e o sucesso do escritório
• Por onde começar
• A política Geral de RH

11 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1
• Os Conceitos Gerais de Administração Financeira
• As Tarefas do Administrador Financeiro
• Custo de Manutenção do Escritório (Custo Fixo Operacional)
• Conta 1201
• Carga tributária, informalidade e mortalidade empresarial.

12 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 2
• Remuneração do Profissional em um Escritório
• Remuneração sobre serviços realizados
• Pro labore
• Distribuição de Lucros

13 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 3
• Uma reflexão sobre o valor comercial do seu tempo
(ou de quanto podemos cobrar pelo uso do nosso tempo)
• Apresentação sumaria do novo modelo de
precificação de serviços de Arquitetura e de Engenharia
• Uma palavrinha sobre precificação de serviços de
acordo com o senso comum
• Uma discussão (necessária) sobre os modelos de precificação existentes
(por que os modelos de precificação atualmente adotados estão
equivocados - e porque eles continuam sendo utilizados)
• Por que sou contra a existência de Tabelas de Honorários para Entidades de Classe
• Em cada Escritório uma tabela própria de honorários
• Um novo Modelo de Precificação para Serviços de Engenharia e de
Arquitetura

14 ADMINISTRAÇÃO DO MERCADO
• Tarefas do Administrador de Mercado (Gerente ou Diretor de Marketing)
• Breve história do marketing no mundo
• A definição de Marketing
• As características da prestação do serviço e o marketing
• Diferencial Competitivo e Vantagem Competitiva
• Breve apresentação da SCP e da RBV
• Heterogeneidade de Recursos e Diferencial Competitivo
• Os Recursos de um Escritório como fonte de Diferencial Competitivo
• Estrutura da empresa
• Imagem da empresa e dos seus proprietários
• Capacidade de Produção
• Preparo Técnico e empresarial
• Redes de Relacionamento

PALAVRAS FINAIS (CONCLUSÃO)






CRÉDITOS



texto:


Ênio Padilha



ilustrações:


Ênio Padilha



apresentação:


Ricardo Meira
(Arquiteto, Quadrante Arquitetura, Brasília)



prefácio:


Rodrigo Bandeira-de-Mello
(Engenheiro e Professor da FGV, SP)



capa:


Helena Loch
Ênio Padilha



foto na 4a capa:


Alberto Ruy



produção executiva:


Áurea Loch



projeto gráfico:


Márcio Shalinski
Ênio Padilha



revisão gramatical
e ortográfica:


Bernadete Zucco



diagramação:


Márcio Shalinski



revisão editorial:


Clara Padilha



fotolitos, impressão
e acabamentos:


Gráfica e Editora Pallotti



© Copyright
e direitos autorais
reservados na forma
da lei para:


OitoNoveTrês Produções e Eventos






Clique AQUI e leia as primeiras 18 páginas do livro
(até o final do primeiro capítulo)



R$ 60,00



Deixe AQUI o seu comentário


« 1 2 3 4 5 6 7 8 »