Notas de "VIDEOS"

14/01/2011

NADA É MAIS HUMANO DO QUE A TECNOLOGIA

Fragmento da entrevista concedida pelo engenheiro Marcos Vallim para Ênio Padilha em Londrina-PR, no dia 7 de julho de 2009, como parte da pesquisa sobre as Características Distintivas dos Engenheiros





MARCOS VALLIM
"Nada é tão humano e tão impactante no social como a Engenharia. Eu costumo dizer que o que há de mais humano no ser humano é a tecnologia, porque antes da tecnologia nós éramos animais.
Se a gente for ver, certinho, o que nos distingue dos animais é a capacidade de construir coisas para complementar o que nós não temos.
Nós não tínhamos pele e criamos roupas. Nós não tínhamos força, criamos máquinas... é isso... é a tecnologia que nos torna humanos.
Ao mesmo tempo o pessoal interpreta de que a tecnologia é o que nos desumaniza... (é uma contradição interessante!).
Eu começo as minhas aulas dizendo isto: o primeiro ponto pra você entender a Engenharia é entender que a tecnologia, que é o nosso produto, é o que nos torna mais humanos. Nós somos humanos porque nós criamos tecnologia.
Quando o primeiro macaco pegou um pau, bateu lá e viu que aquilo aumentava o poder dele, ali nós deixamos de ser macaco pra ser homem e naquele ponto (e o Stanley Kubrick faz isso de uma maneira muito linda no filme dele: joga... e o osso se transforma na nave espacial). Isso pra mim é um símbolo, exatamente, da humanidade. A humanidade começa nesse ponto.
Por isso NÃO EXISTE HUMANIDADE SEM TECNOLOGIA. O QUE NOS TORNA HUMANOS É A TECNOLOGIA."

05/01/2011

PALESTRA DE MÁRIO NETO BORGES NO CONFEA

Palestra de Mário Neto Borges, presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) durante sessão plenária do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea). Falou sobre "Referencias Curriculares Nacionais dos cursos de Bacharelado e Licenciatura.
Via CANAL DO CONFEA


(Parte 1)


(Parte 2)


(Parte 3)

Comentários

02/04/2010

A OBRA DA NOVA SEDE DO CONFEA

Vídeo disponível na página do Confea no You Tube. Realizado durante as obras da nova sede (já inaugurada e com início da utilização marcado para as próximas semanas)
(vídeo)

Deixe seus comentários

23/02/2010

REFLEXÃO E DESCONTRAÇÃO NO ENCONTRO DE LIDERANÇAS

REFLEXÃO E DESCONTRAÇÃO NO ENCONTRO DE LIDERANÇAS DO SISTEMA CONFEA/CREA E MÚTUA.
José Carlos de Carvalho, Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Minas Gerais fala para Engenheiros, Arquitetos, Agrônomos e demais profissionais da área Tecnológica no 5o Encontro de Lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua. 23/02/2010

(vídeo)

Deixe seus comentários

25/11/2009

WEC 2008 - MAKING OF

Making of do maior evento da Engenharia realizado no Brasil. Brasília, Dezembro de 2008
(vídeo)

Deixe seus comentáris

02/10/2009

RIO DE JANEIRO, 2016

Por 66 votos contra 32 o Rio de Janeiro superou Madrid e foi escolhida a sede dos Jogos Olímpicos de 2016




ÍNTEGRA DO DISCURSO DO PRESIDENTE LULA NO COI

“Senhor presidente, senhores e senhoras, membros do comitê olímpico, companheiros da delegação brasileira, amigos e amigas.

Com muito orgulho represento aqui as esperanças e sonhos de mais de 180 milhões de brasileiros. Muitos nos acompanham pela TV neste momento – em telões, nas areias de Copacabana, nas vitrines das lojas em São Paulo, ou em pequenos televisores às margens do Rio Amazonas. Estão todos unidos torcendo pelo Rio de Janeiro.

Somos um povo apaixonado pelo esporte, apaixonado pela vida. Olhando para os 5 aros do símbolo olímpico vejo neles o meu país – Um Brasil de homens e mulheres de todos os continentes: americanos, europeus, africanos, asiáticos… Todos orgulhosos de suas origens e mais orgulhosos de se sentirem brasileiros. Não só somos um povo misturado, mas um povo que gosta muito de ser misturado. É o que faz a nossa integridade.

Digo com toda franquesa: chegou nossa hora. Entre as 10 maiores economias do mundo, o Brasil é o unico país que não sediou os jogos olímpicos e para-olímpicos. Entre os países que disputam hoje a indicação somos os únicos que nunca tivemos essa honra. Para os outros será apenas mais uma Olimpíadas, para nós será uma oportunidade sem igual. Aumentará a auto-estima dos brasileiros, consolidará conquistas recentes, estimulará novos avanços.

Esta candidatura não é só nossa, é também da América do Sul, um continente com quase 400 milhões de homens e mulheres e cerca de 180 milhões de jovens. Um continente que como vimos nunca sediou os jogos olímpicos. Está na hora de corrigir este desequilíbrio.

Para o movimento olímpico esta decisão abrirá uma nova e promissora fronteira. O COI já mostrou ser capaz de enfrentar e vencer desafios. Mantendo acesa a chama da tradição, soube modernizar os jogos , introduziu novas modalidades, abriu-se a novas tecnologias, atraiu um número cada vez maior de países. O desafio agora é outro: expandir as Olimpíadas para novos continentes, é hora de acender a pira olímpica em um país tropical, na mais linda e maravilhosa cidade, o Rio de Janeiro.

Para a América do Sul será um momento mágico, para o movimento olímpico, uma oportunidade de sentir o calor de nosso povo, a exuberância de nossa cultura, o sol de nossa alegria e de passar uma mensagem clara para o mundo: as Olimpíadas pertecem a todos os povos, a todos os continetes, a humanidade inteira.

Aprendemos muito nos ultimos tempos. Na realização grandiosa dos jogos Panamericanos de 2007, nas Olimpíadas ano passado em Beijin, na visita às obras do Parque Olímpico de Londres, nos encontros pelo mundo com os membros da família olímpica. Este é o motivo polo qual meu governo está tão comprometido com a candidatura do Rio de Janeiro. Demos todas as garantias possíveis à realização dos jogos, aprovamos financiamenteos significativos e abrangentes, conscientes do legado que os jogos deixarão para o Rio de Janeiro.

Meus amigos e minhas amigas, o Brasil vive um excelente momento, trabalhamos muito nas últimas décadas, temos uma economia organizada e pujante que enfrentou sem sobressaltos a crise q ainda assola tantas nações. Vivemos num clima de liberdade e democracia. Nos últimos anos 30 milhões de brasilerios saíram da pobreza e 21 milhões passaram a integrar a nova classe média. A superação de dificuldades é o que marca a história recente do Brasil e a trajetória de milhões de brasileiros.

Acabo de participar da cúpula do G-20, em Pitsburgo, na qual se desenhou por consenso um novo mapa econômico mundial. Esse mapa reconhece a importância de países emergetnes como o Brasil no cenário global e sobretudo na superação da crise mundial. Tenho orgulho como brasileiro de ter participado desse processo e de ver o Brasil como parte da solução.

A parceria que a candidatura do Rio propõe à família olímpica leva em conta esse novo cenário no qual o nosso país conquistou o seu lugar. As portas do Brasil estão abertas para a maior festa da humanidade: os jogos olímpicos e para-olímpicos numa das mais belas e acolhedoras cidade de todo o mundo. Precisamos do apoio e da visão de futuro das senhoras e dos senhores. O Rio está pronto. Os que nos derem esta chance não se arrependerão. Estajam certos, os jogos olímpicos do Rio serão inesquecíveis pois estarão cheios da paixão, da alegria e da criatividade do povo brasileiro. Muito obrigado.”

COMENTÁRIOS?

23/09/2009

LINA BO BARDI: ARQUITETURA E ARTE

Desejo de liberdade, criar discussões em torno do que é ser livre, ter autonomia. Aproximar pessoas da arte. Tudo isso é muito claro nas obras e textos da arquiteta e cenógrafa Lina Bo Bardi.

(Programa exibido pelo Canal Globo News em 15/SET/2009)

11/09/2009

FRAGMENTO DE ENTREVISTA (Eng. Augusto Pedreira de Freitas)


Fragmento da Entrevista (de 50 min) concedida pelo engenheiro civil Augusto Pedreira de Freitas em São Paulo, no dia 19/AGO/2009.
Esta entrevista faz parte de uma pesquisa nacional que está sendo conduzida pelo eng. Ênio Padilha, com o objetivo de analizar as características distintivas de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos no Brasil.


(diálogo com o entrevistador, Ênio Padilha)
--- Eu Acho, pro bem do profissional, deveria ter residência. Principalmente o profissional de estruturas. Ele não sai preparado psicológicamente pra assumir as responsabilidades que ele vai assumir
--- Ele sai preparado, tecnicamente?
--- Tecnicamente sai
--- ... mas não psicologicamente
--- é... e isso é algo que é recorrente. Vários engenheiros aqui que tiveram problemas psicológicos. Porque uma coisa é você estar projetando lá. Outra coisa é na hora que você está fazendo e pensa: "isso aí tá certo?"
--- ... e, com 22, 23 anos você por de pé um prédio de 80 metros...
--- E você não percebe na hora que você está desenvolvendo. Você percebe na hora que o negócio tá subindo. que você vai na obra, dá uma olhada e fala: "putz! é tudo isso?"
E aí... aí pesa!!!


(vídeo)

Algum comentário?

08/09/2009

CONSULTORIA JÚNIOR: BOM PRA TODO MUNDO


Veja histórias com resultados de sucesso, apresentada no programa Pequenas Empresas Grandes Negócios, da Rede Globo.

Deixe um comentário

02/09/2009

EUCLIDES DA CUNHA (Uma Vida em Linha Reta)


Segunda parte do documentário produzido pela Globo News sobre o engenheiro (escritor e intelectual) Euclides da Cunha (exibido em 23/AGO/2009)

Veja também a primeira parte do Documentário


« 1 2 3 4 5 6 »