FALSO ENGENHEIRO É PRESO NO RIO DE JANEIRO

Técnico em edificações que se passava por engenheiro é preso
Ele dava aulas na Universidade Estácio de Sá.


Fonte: G1.com.br

Preso falsificou até um certificado de conclusão do mestrado em engenharia de uma universidade da Califórnia

Um técnico em edificações de 45 anos foi preso após a polícia descobrir que ele se passava por engenheiro. Segundo o delegado Antenor Júnior, da 13ª DP (Ipanema), onde o caso foi registrado, ele assumiu a farsa durante depoimento na delegacia nesta quinta-feira (2).

De acordo com a polícia, o falso engenheiro dava aulas para o curso de engenharia da Universidade Estácio de Sá, e trabalhava como engenheiro na empresa multinacional Sotreq. Ele foi preso ao dar entrada no Detran para a retirada de uma nova carteira de identidade.

Segundo as investigações, o preso falsificou diplomas universitários e até um certificado de conclusão do mestrado em engenharia de uma universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. O impostor agiu como engenheiro por cerca de dez anos.

“Ele é um cara muito esperto, domina dois idiomas e construiu um personagem muito bem articulado. Ele tinha um alto padrão de vida, recebia quase R$ 6 mil de salário de uma empresa multinacional de engenharia e mais R$ 2.500 pelas aulas que dava na Universidade Estácio de Sá” explicou o delegado.

O falso engenheiro foi preso ao tentar tirar uma terceira identidade no Detran. Segundo o delegado, o impostor foi à delegacia diversas vezes reclamar da demora da emissão do documento, e foi constatado que ele já tinha identidades falsas.

“Os funcionários do Detran acharam muito estranho o pedido da nova identidade, e entraram em contato com os agentes da 13ª DP. Aí nós começamos as investigações e descobrimos a farsa” revela o delegado


leia também FALSO ENGENHEIRO É PRESO NO DESABAMENTO DAS OBRAS DO METRÔ

Comentário #1 — 12/04/2009 12:39

Canagé Vilhena — Arquiteto e Urbanista — Rio de Janeiro

Veja meu artigo comentando esta ocorrencia.

Comentário #2 — 12/04/2009 16:45

Ênio Padilha — Engenheiro — Balneário Camboriú

Comentário recebido por e-mail:

Esta é minha opnião a respeito deste fato que coloca, mais uma vez, a função do CREA-RJ em questão.

O QUE TEM A DIZER O CREA-RJ?

É incrível que Ninguém tenha percebido a longa trajetória de atuação ilegal deste falso engenheiro. Foram dez anos enganando tanta gente.

Quem o contratou para trabalhar não teve a curiosidade de saber se ele estava regular junto ao CREA_RJ?

E o CREA-RJ, nunca relacionou o seu novo registro com aquele que deveria ter como Técnico de Edificações?

Quem vai garantir a segurança e boa técnica das obras e serviço efetuados por ele?

A sua empresa nunca participou de licitações na nas quais se exigem certidões de regularidade junto ao CREA-RJ?

Ele nunca fez uma Anotação de Responsabilidade Técnica? E se ele fez, o CREA-RJ as validou?

E agora, como fica a situação das obras efetuadas por ele? Serão anuladas ou serão validadas?

O CREA-RJ tem a obrigação de esclarecer para a sociedade as questões que se apresentam diante do exercício ilegal do Dr. Falsário.

O CREA-RJ não pode, mais uma vez, ficar omisso em vista da obrigação de esclarecer à sociedade, como aconteceu em relação à atuação ilegal do engenheiro que foi tratado como responsável pelo Minhocão da Rocinha apontado pela “dona” da obra.

Afinal o CREA-RJ tem como lema “UM CONSELHO A SERVIÇO DA SOCIEDADE”.

Canagé Vilhena
Ex vice-presidente do CREA-RJ

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

(todos os campos abaixo são obrigatórios

Nome:
E-mail:
Profissão:
Cidade-UF:
Comentário:

www.eniopadilha.com.br - website do engenheiro e professor Ênio Padilha - versão 7.00 [2020]

powered by OitoNoveTrês Produções

4444113

6